PEPGRA  |  SRIR  |  Semana dos Resíduos  |  Resíduos no GRA  |  Sigestein  |  LEGISLAÇÃO  |  LINKS  |  CONTACTOS



Destaques
 
Lista de Operadores de Gestão de Resíduos
 Mais »
Lista de Entidades Gestoras de Fluxos Especificos de Resíduos atualizada
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Resolução do Conselho do Governo n.º 145...
Despacho n.º 313/2019
Desafio Novo Verde
Circular SRIR 2018
 
Campanha - Açores sem Palhinhas



As palhinhas de plástico comummente utilizadas no nosso dia a dia apresentam diversos problemas, pois são feitas de plástico não biodegradável, de utilização única e na sua maioria não são recicladas dadas as suas características.

Torna-se importante mudar hábitos não disponibilizando palhinhas sem que sejam solicitadas e tendo ao dispor alternativas mais amigas do ambiente.

Enquanto cliente deve-se recusar o uso de palhinha sempre que não seja necessária, pois assim evita-se a produção de resíduos desnecessários.

A campanha “Açores sem Palhinhas” pretende assim combater o uso deste artigo que é utilizado apenas alguns minutos e que demorará anos a decompor-se.

Aos estabelecimentos aderentes será entregue um selo que comprova e distingue os estabelecimentos aderentes.

Consulte o regulamento da campanha AQUI

Material promocional:

Problemas que advém do uso de palhinhas:
• São feitas de plástico descartável de uso único, não promovendo a sua reutilização;
• Utilizadas apenas por alguns minutos;
• Voam facilmente com vento e podem ir parar ao meio ambiente, onde demoram a degradar-se por serem feitas de plástico;
• Por serem demasiado leves, quase nunca são recicladas.

Recomendações:

Estabelecimentos de restauração, hotelaria e outros que possam utilizar palhinhas:
1. Banir as palhinhas de plástico dos estabelecimentos;
2. Não oferecer palhinhas, apenas facultar quando solicitado pelo cliente;
3. Ter apenas palhinhas reutilizáveis ou descartáveis (ver exemplos abaixo), para facultar quando solicitado.

Consumidor:
1. Recusar o uso de palhinhas;
2. Optar por alternativas às palhinhas de plástico sempre que por algum motivo o seu uso seja imprescindível;
3. Optar por estabelecimentos aderente à campanha Açores sem palhinhas (os estabelecimentos aderentes à campanha são permeados com um selo que deve estar em local visível e que os distingue dos estabelecimentos não aderentes.

Alternativas às palhinhas de plástico descartável:

Reutilizáveis: Aço inox, bambu, vidro

Descartáveis: comestíveis, papel

Nota: as palhinhas comestíveis e de papel podem ser colocadas no compostor


Numero de Visitantes
  807794  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 

Já foram trocadas
100
PALHINHAS





 




 

HOMEPLANOS DE PREVENÇÃO E GESTÃOEDUCAÇÃO E PROMOÇÃO AMBIENTALTRANSPORTEFLUXOSOPERADORESCENTROSLICENCIAMENTOS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE