Proteção Radiológica  |  PRAC  |  Avaliação Ambiental  |  Licenciamento Ambiental  |  PRTR  |  Emissões Atmosféricas  |  Qualidade do Ar Ambiente  |  Térmitas  |  Ruído  |  Extracção de Inertes



Destaques
 
Inventário Regional de Emissões de Poluentes Atmosféricos - IRERPA
 Mais »
Relatórios da Qualidade do Ar
 Mais »
Relatórios do Estado do Ambiente
 Mais »
Relatórios de Implementação do PRTR na RAA
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Aprovação PRAC
Relatório CDP - Under2MOU 2019
Consulta pública da Renovação da licença...
Consulta pública do Estudo de Impacte Am...
 

Horta 10-07-2019

Inventário Regional de Emissões - IRERPA 2018


A elaboração do Inventário Regional de Emissões por Fontes e Remoções por Sumidouros de Poluentes Atmosféricos (IRERPA 2018), com dados relativos a 2016, seguiu as metodologias oficiais definidas pelo IPCC e adotadas pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas. Para este exercício definiram-se cinco setores: (1) Energia, (2) Processos Industriais, (2) Agricultura, (4) Usos do solo e Florestas e (5) Resíduos e Águas Residuais.

As emissões na RAA em 2016 totalizaram 1,76 Mt CO2eq., tendo o setor Uso de Solo e Florestas sido responsável por um sequestro líquido de cerca de 0,75 Mt CO2eq., o que coloca as emissões líquidas da RAA em 1,01 Mt CO2eq.

O perfil de emissões por setor mantém-se razoavelmente estável entre 1990 e 2016, com o setor energia a representar um pouco mais de 50% das emissões. O setor agricultura é o que mais cresceu (+79% desde 1990) e aumentou em consequência o seu peso no total de emissões.

O perfil de emissões por gás de efeito de estufa mantém-se também razoavelmente estável, com o Dióxido de Carbono (CO2) a representar 51,7% das emissões e é também o que mais cresceu (+67,4% desde 1990), tendo aumentado, em consequência, o seu peso no total de emissões. O gás menos expressivo é o Óxido Nitroso, que representa cerca de 11,5% das emissões.

Fazendo a comparação com os totais nacionais, verifica-se que a RAA representa 1,6% das emissões totais nacionais. O perfil de emissões é, no entanto, bastante distinto, sendo as principais diferenças uma predominância na RAA muito mais marcada do setor Agricultura e uma quase ausência do setor Processos Industriais. Essas diferenças setoriais têm também expressão no perfil de emissões por gás, isto é, o peso de metano na RAA é substancialmente superior ao total nacional.

Autor: DSQA

Numero de Visitantes
  920160  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 

 

 










 

HOMEMAPA DE SITEMISSÃOCONSULTAS PÚBLICASLEGISLAÇÃOBIBLIOTECA DIGITALPERGUNTAS FREQUENTESCONTACTOSFORMULÁRIOS ONLINE

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE