FREGUESIAS  |  TRADIÇÃO E PRODUTOS TÍPICOS  |  ONDE DORMIR  |  ONDE COMER  |  O QUE FAZER  |  ITINERÁRIOS  |  COMO CHEGAR
1
Últimos conteúdos
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Má...
Governo dos Açores abre nova fase de can...
III Fórum 2016 Notícia
III Fórum 2016
 
Destaques
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Mágicas
 Mais »
III Fórum de Renovação da Carta Europeia de Turismo Sustentável
 Mais »
Agenda das Terras do Priolo - Outubro
 Mais »
Dia do Milho
 Mais »
 

Achada


A Achada é das freguesias com maior relevância económica no concelho do Nordeste e conta com cerca de 436 habitantes. É, também, terra de gente letrada, a começar pelo grande poeta Virgílio de Oliveira, homenageado com um busto no jardim do centro da freguesia, Jardim Público Virgílio de Oliveira.

O nome da freguesia deveu-se ao facto de ser uma terra aplanada ou chã. Mais tarde, as terras foram arroteadas e vendidas. Hoje em dia são terrenos férteis que permitem que a agropecuária seja uma atividade económica de grande relevância.

O que visitar:

* Igreja de Nossa Senhora da Anunciação

Igreja construída em 1526 e que constitui o património arquitetónico de maiores dimensões desta freguesia. No passado, esta igreja invocava Nossa Senhora da Graça. Foi restaurada em 1984 e posteriormente em 2007. Exibe na sua fachada a inscrição “1788”.



* Nicho de Nossa Senhora de Fátima

O Nicho de Nossa Senhora de Fátima localizado na Estrada Regional, foi construído em memória da visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima à freguesia da Achada, em março de 1991.



* Triato do Espírito Santo

Os Triatos do Espírito Santo estão associados às festividades em honra do Divino Espírito Santo. Destinam-se à exposição dos símbolos do Espírito Santo nomeadamente a coroa real encimada por uma pomba, a bandeira, o ceptro, o estandarte e as varas. São construídos em planta retangular com um só piso. O triato desta freguesia localiza-se no Largo Dr. Adolfo Martins Ferreira.



* Fontanários (8)

Os fontanários outrora desempenharam um papel importante na vida diária das populações. Antes de existir água canalizada, os fontanários permitiam o abastecimento de água às diversas localidades.

1. Localiza-se na Rua Mestre Inácio. Em cantaria à vista, ostenta na sua fachada as inscrições “1952” e “CMN”.
2. Localiza-se na Rua do Vigário. Com cantaria à vista, ostenta na sua fachada as inscrições “1952” e “CMN”.
3. Localiza-se na Rua do Cemitério. Em cantaria à vista, ostenta na sua fachada as inscrições “1952” e “CMN”.
4. Localiza-se na Rua do Vigário. Em cantaria à vista, ostenta na sua fachada as inscrições “CMN” e “1952”.
5. Localiza-se no Largo Dr. Adolfo Martins Ferreira. Com cantaria à vista, ostenta na sua fachada as inscrições “1952” e “CMN”.
6. Localiza-se no Largo Padre Benjamim Moniz Resende, junto à Igreja da Achada. Encontra-se inserido num muro e ostenta na sua fachada as inscrições “CMN” e “1952”.
7. Localiza-se na Rua Dr. António Medeiros Franco. Encontra-se inserido num muro de pedra, formando um nicho.
8. Localiza-se na Rua das Pedras. Está inserido num muro. Com cantaria à vista, ostenta na sua fachada as inscrições “1952” e “CMN”.

   
   


* Coreto
Os coretos abrigam bandas musicais em concertos, festas e outras diversões. São símbolo de festa e continuam a ser nos dias de hoje, um palco de atuações, importante para muitas comunidades. Localiza-se no Jardim Público da Igreja da Achada, no Largo Padre Benjamim Moniz Resendes. Possui cobertura telhada e está encimado por um símbolo musical.



* Moinhos Classificados como Imóveis de Interesse Público
O Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões possui 5 moinhos no seu interior. Estão classificados como Imóveis de Interesse Público pela Resolução nº 79/97, de 10 de Abril, publicada no Jornal Oficial da Região Autónoma dos Açores, três moinhos deste parque, sendo todos propriedade da Câmara Municipal do Nordeste. Um dos moinhos, ainda em funcionamento, mantém um moleiro a trabalhar diariamente. Este recria os métodos tradicionais de moer o milho para quem tenha interesse em conhecer estas tradições. Estes moinhos datam do séc. XVI tendo constituído, entre muitos outros espalhados pelo Nordeste, a única fonte de subsistência e rendimento de inúmeras famílias.

       

* Pias Antigas
As pias de lavar roupa ou tanques constituem vestígios do passado. Quando a urbanização se intensificou, os municípios construíram pias públicas para que as pessoas sem grandes posses, não tivessem que se deslocar para as ribeiras ou outros locais onde fosse possível fazer esse trabalho. Existem na freguesia da Achada duas destas estruturas. Uma localiza-se na Rua das Pedras e a outra no Largo Benjamim Moniz Resendes, ambas sem utilidade.

 

* Memorial ao Poeta Virgílio de Oliveira
O memorial constitui uma homenagem prestada em Junho de 1988, pela Câmara Municipal do Nordeste ao poeta Virgílio de Oliveira, nascido na freguesia da Achada. Foi dos maiores poetas de feição popular dos Açores. Desde muito novo, dedicou-se à arte de versejar, publicando na imprensa micaelenses algumas das suas produções poéticas. Este memorial localiza-se no Jardim com o mesmo nome, no Largo Virgílio de Oliveira.



* Miradouro da Ribeira dos Caldeirões
Deste miradouro pode-se avistar os montes verdejantes da ribeira dos Cadeirões, bem como o Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões. À noite as diferentes tonalidades da iluminação dão magia a este local.



* Miradouro do Adro da Igreja
O adro da igreja, servindo de miradouro, é um espaço panorâmico onde se pode contemplar uma paisagem bucólica embelezada pelo azul do mar, a norte e pelo Pico da Vara a nascente. Deste local avista-se uma grande parte da costa norte de São Miguel.



* Parque da Ribeira dos Caldeirões
Consiste num parque de grande beleza natural onde a sua imponente cascata de águas límpidas obriga a uma paragem. A presença da água corrente nas levadas faz mover antigos moinhos que foram reaproveitados e entretanto classificados como Imoveis de Interesse Público. Ainda, neste local encontram-se o Centro Municipal de Artesanato, parque de merendas, churrasqueiras, snack-bar e instalações sanitárias.



* Jardim Público da Igreja da Matriz da Achada
Localiza-se no largo Padre Benjamim Moniz Resendes e possui uma dimensão reduzida com piso em calçada portuguesa e com canteiros floridos.



* Jardim Público Virgílio de Oliveira
Este jardim público localiza-se no Largo Virgílio de Oliveira. É um espaço agradável, com canteiros ajardinados, algumas árvores a oferecer sombra, onde se destaca uma fonte e um memorial ao Poeta Virgílio de Oliveira.




* Parque de Merendas do Parque da Ribeira dos Caldeirões
Situado no Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões, encontra-se apetrechado com palheiros, mesas, grelhadores e sanitários.



* Zona Balnear Lenho da Achada/Achadinha
Localiza-se na foz da Ribeira dos Caldeirões, é uma zona balnear com uso restrito, onde a utilização balnear é pouco expressiva.



* Portinho da Achada
Esta infra-estrutura portuária está classificada como portinho e é caracterizada pela existência de um pequeno molhe de pedra com cerca de 15 metros de comprimento que serve de quebra-mar e possibilita a acostagem de pequenas embarcações. Possui acesso pavimentado e 5 aprestos para guarda de material relacionado com a atividade. O estacionamento das embarcações desenvolve-se ao longo da rampa de acesso.



* Núcleo Museológico da Achada
Pequeno espaço inaugurado a 11 de agosto de 2006, com uma interessante mostra da etnografia da freguesia. Encontram-se aqui utensílios agrícolas e domésticos, objetos ligados à imigração e ao culto do Espírito Santo.



* Centro de Apoio ao Artesanato – Parque da Ribeira dos Caldeirões
O Centro situa-se no Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões, sendo um posto de venda de artesanato regional.




< Voltar à página anterior


 

INÍCIORENOVAÇÃO CETSCETSÁREAS PROTEGIDASAÇÕES DE CONSERVAÇÃOCENTROS DE INTERPRETAÇÃOMARCA PRIOLONOTÍCIAS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE