BRIGADAS CIENTÍFICAS
Parceiros  |  Artigos Científicos  |  Campanhas Cagarro noutras latitudes  |  RESOURCES IN ENGLISH
<Abril de 2017>
segterquaquisexsábdom
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
1234567
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 

Atualizado em: 16-11-2016
O Contador Cagarro mantém a conta dos juvenis salvos este ano! 



 

Zeca Garro ... saber mais

Brigadas Científicas nos Açores
Com a campanha SOS Cagarro 2016, surgem as Brigadas Científicas, uma nova vertente das brigadas já realizadas por todo o arquipélago, mas agora com uma metodologia de “citizen science”. 

Pretende-se incentivar a formação de brigadas dedicadas que permitirão recolher informação mais precisa e útil para estudar cientificamente a relação entre a queda de cagarros juvenis com a as fontes de luminosidade existentes, e eventualmente outras variáveis.

Sugere-se que estas brigadas “científicas” sejam organizadas por investigadores ou conservacionistas, ligados a ONGs, ou outras entidades, que queiram aderir a esta iniciativa. Alertamos, contudo, que poderá ser difícil aplicar a metodologia a brigadas com grupos de crianças ou grupos demasiado grandes.

Em 2016, desenvolvemos um novo formulário para as brigadas públicas tendo em conta o seu uso também pelas brigadas científicas. A grande diferença entre os dois tipos de brigada é quanto à localização dos cagarros recolhidos; mais exigente para as brigadas científicas (i.e. recorrendo a GPS).
Outro aspeto a contemplar pelas brigadas científicas é que devem organizar transetos que cubram, na medida do possível, mesmo áreas onde à partida o número de cagarros possa ser reduzido ou mesmo inexistente (ter zeros é também importante).

Como sugestão, poder-se-ão formar vários grupos que combinem áreas de atuação diferentes, aumentando assim a cobertura espacial do programa. Propõe-se que os voluntários façam saídas de carro, e que registem e recolham todos os cagarros caídos ao longo de um percurso.

De referir que será importante marcar nas caixas os dados do cagarro (código da ficha de salvamento e número do cagarro), para manter a rastreabilidade das aves, até ao processo de anilhagem e de libertação. A anilhagem só pode ser efetuada por anilhadores credenciados.

Incentivamos assim à vossa participação nesta iniciava que certamente nos dará mais informação para melhorarmos a conservação desta espécie.

Esta iniciativa tem o apoio de ornitólogos da Universidade dos Açores / IMAR. Caso tenha alguma sugestão, comentário, dúvida, etc. por favor contate através do mail cagarro@azores.gov.pt, para juntos melhorarmos as Brigadas Científicas SOS Cagarro.

Para aceder à  ficha de registo de dados e ao guião, clique nos links seguintes:

Ficha C - Ficha de Registo de Salvamentos para Brigadas Públicas e Científicas

Guião para Brigadas Científicas
 
Por favor contate com o Parque Natural da sua Ilha para articular a anilhagem dos cagarros recolhidos.


_Relatórios:

Brigadas Científicas do OMA, no Faial - Resultados

Pesquisa
 
 
Últimos conteúdos
 
SOS Cagarro 2016 salva mais de um milhar...
Comando Territorial dos Açores parceiro ...
Campanha SOS Cagarro 2016 chega ao fim!
Campanha SOS Cagarro em Santa Maria
 
 
 
“O Cagarro”
“Cagarro, cagarrinho”
“Aves vindas do mar”
 
 
 



 

 

INÍCIOCAMPANHAO CAGARROINICIATIVASBRIGADAS CIENTÍFICASRECURSOSRELATÓRIOSNOTÍCIASCONTACTOS

©2004-2017 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE