principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Presidência do Governo
Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial
Secretaria Regional da Solidariedade Social
Secretaria Regional da Educação e Cultura
Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia
Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas
Secretaria Regional da Saúde
Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

 

Horta , 30 de Janeiro de 2019

Governo dos Açores desenvolve inquérito para obter dados sobre capturas da pesca lúdica

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia salientou hoje, na Horta, que está a ser desenvolvido, no âmbito do Plano Nacional de Recolha de Dados (PNRD), um trabalho que visa obter uma estimativa fundamentada das capturas da pesca lúdica nos Açores, bem como aferir as zonas onde esta pesca se exerce com maior intensidade.

 

Gui Menezes adiantou que “os pescadores lúdicos serão convidados a responder a um inquérito mais detalhado”, que está a ser elaborado pelos técnicos do PNRD com o objetivo de “conhecer com mais rigor esta atividade”.

 

Este inquérito deverá estar concluído no final do primeiro semestre deste ano, sendo os dados analisados posteriormente.

 

O Secretário Regional, que falava à margem de uma reunião com a Direção da Associação de Pesca Lúdica dos Açores, considerou que esta nova entidade “é um interlocutor forte”, que pode contribuir para “a melhor gestão dos recursos” marinhos do arquipélago.

 

Gui Menezes afirmou que este encontro serviu para “estreitar laços, perceber os objetivos e conhecer as atividades previstas” da Associação de Pesca Lúdica.

 

“Quisemos transmitir que o Executivo açoriano está disponível para, com esta associação, trabalhar assuntos ligados à pesca lúdica”, referiu, acrescentando que foram dados a conhecer “alguns passos” no sentido de alterar o diploma que rege a pesca lúdica, de 2007.

 

O titular da pasta das Pescas referiu ainda algumas medidas que estão a ser implementadas para “conhecer melhor a atividade da pesca lúdica e, no fundo, contribuir para a defesa da biodiversidade e dos recursos” piscícolas da Região.

 

Para além do inquérito que está a ser elaborado no âmbito do PNRD, Gui Menezes adiantou que, no final de 2018, a Direção Regional das Pescas criou uma plataforma eletrónica para licenciamento da atividade da pesca lúdica, que obriga ao registo das embarcações e dos pescadores.

 

Esta aplicação disponibiliza “um pequeno inquérito para que se possa ter uma primeira impressão acerca da atividade” da pesca lúdica, referiu o Secretário Regional, que abrange questões ligadas ao número de dias de mar, à média de capturas e às áreas de operação, entre outras.

 

O governante frisou ainda que “está a decorrer um trabalho, que durará todo este ano e, eventualmente, o início do próximo ano, de revisão das nossas áreas marinhas protegidas”.

 

“Pretendemos fazer uma mudança estrutural com o objetivo de protegermos melhor os nossos recursos e a nossa biodiversidade”, assegurou Gui Menezes.

 

“Há uma série de ações que o Governo Regional está a promover, que serão discutidas com os parceiros do setor e com os utilizadores do Mar dos Açores, que serão um marco para o futuro e vão garantir a preservação destes recursos”, defendeu.

 

Questionado pelos jornalistas sobre a alegada rivalidade entre a pesca profissional e a pesca lúdica, o Secretário Regional afirmou que o que está em causa é “a pesca ilegal”, que ocorre nas duas atividades.

 

Segundo Gui Menezes, “trata-se de, todos juntos, encontrarmos formas de entendimento para que tenhamos melhor legislação e mais adaptada às necessidades de sustentabilidade dos nossos recursos”.

 

Atualmente, existem nos Açores 1.400 embarcações licenciadas para a pesca lúdica, tendo sido emitidas cerca de 3.000 licenças para caça submarina.

 

“Falta-nos saber mais detalhes desta atividade e é isto que estamos a fazer para que as alterações legislativas se façam em discussão com os parceiros do setor e também com a Associação de Pesca Lúdica”, afirmou Gui Menezes.


GaCS/GM
 
 
 
Anexos:   Imagens Adicionais:
2019.01.30-SRMCT-PescaLudica(1).mp3 2019.01.30-SRMCT-PescaLudica(2).mp3 2019.01.30-SRMCT-PescaLudica(3).mp3 2019.01.30-SRMCT-PescaLudica(4).mp3   19.4433.JPG 19.4434.JPG
   
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Governo faz levantamento no terreno dos estragos provocados pelo mau tempo na ilha Terceira

Diretora Regional destaca liderança das ilhas na transição energética da União Europeia

Serviço Regional de Estatística dos Açores promove XI Jornadas Ibero-Atlânticas de Estatística Regional

Agenda do Governo Regional dos Açores para 19 e 20 de junho

"Contadores de palmo e meio" na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, em Angra do Heroísmo

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 
 

 

  



Casa da Autonomia
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Rede Prestige Azores
 Provedor do Utente da Saúde
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal