principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Presidência do Governo
Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial
Secretaria Regional da Solidariedade Social
Secretaria Regional da Educação e Cultura
Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia
Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas
Secretaria Regional da Saúde
Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

 

Ponta Delgada , 10 de Novembro de 2019

Decisão da Comissão Europeia que reconhece seis ilhas dos Açores como indemnes de varroose foi publicada

A Comissão Europeia publicou esta semana a decisão que reconhece as ilhas açorianas do Corvo, Graciosa, São Jorge, Santa Maria, São Miguel e Terceira como sendo indemnes de varroose, uma doença das abelhas causada por um ácaro, anunciou hoje a Secretaria Regional da Agricultura e Florestas.

 

Este reconhecimento oficial é de grande importância para o fortalecimento da apicultura nos Açores e para a comercialização do mel, ao mesmo tempo que dota a Região de uma ferramenta legal que lhe permite salvaguardar os interesses do setor, limitando a entrada de materiais nas ilhas apenas aos que sejam provenientes de zonas com o mesmo estatuto.

 

No quadro constante do anexo da Decisão de Execução, que reconhece partes da União Europeia como indemnes de varroose nas abelhas e estabelece garantias adicionais exigidas no comércio intra-União e nas importações, com vista à proteção do seu estatuto de indemnes de varroose, passa agora a constar para as seis ilhas dos Açores “abelhas em qualquer fase do seu ciclo de vida, incluindo enxames, rainhas, colónias e colmeias e quadros de ninho usados”.

 

A apicultura desempenha um papel muito importante para o setor agrícola pelo contributo das abelhas enquanto polinizadoras naturais, o que contribui para aumentar a rentabilidade das explorações, mas também na polinização de outras plantas, preservando-as e, consequentemente, dando um contributo para o equilíbrio do ecossistema e a manutenção da biodiversidade.

 

De salientar que faz parte do Plano Estratégico para a Apicultura nos Açores, a criação de medidas de controlo efetivo que possam agora garantir a manutenção da indemnidade nas ilhas que alcançaram este objetivo, a implementação de uma estratégia piloto para erradicação total da varroose, bem como a criação de um plano de contingência com o propósito de evitar a entrada na Região de outras pragas e doenças.


GaCS/RM
 
 
 
 
 
   
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Teresa Machado Luciano destaca empreendedorismo como instrumento de inclusão social

Agenda do Governo Regional dos Açores para 16 e 17 de dezembro

Diretor Regional do Ambiente destaca importância da gestão ativa do património natural

Proteção Civil alerta para agitação marítima em todo o arquipélago

Agenda do Governo Regional dos Açores para 15 de dezembro

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 
 


 

 

  

 
 


 
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Provedor do Utente da Saúde
 
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal