principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE

Eventos/Agenda

 

Exposição e lançamento de publicação

Plantas e Jardins: a paixão pela horticultura ornamental na Ilha de São Miguel

A Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada e o projeto Green Gardens – Azores, inauguram no dia 22 de fevereiro, pelas 18h00, a exposição Plantas e Jardins: a paixão pela horticultura ornamental na Ilha de São Miguel, na qual será colocado à disposição do público um catálogo.

A exposição, comissariada pela Professora Doutora Isabel Soares de Albergaria, estará patente do dia 22 de fevereiro a 1 de maio do presente ano.

Esta iniciativa visa lançar um olhar retrospetivo e de síntese sobre um movimento cultural que ditou o alargamento das bases dos interessados em jardinagem e horticultura ornamental, gerado a partir da Ilustração moderna nos grandes centros europeus, e estendido às suas margens e periferias. Focando-nos no caso de estudo da Ilha de São Miguel, foram reunidos para esta exposição documentos, espécies bibliográficas, iconográficas e objetos representativos da temática abordada, essencialmente provenientes dos fundos da BPARPD mas igualmente de outros espólios institucionais e privados, designadamente da Biblioteca, Arquivo e Museu da Universidade dos Açores, do Museu Carlos Machado, da Delegação do Turismo de Ponta Delgada e do arquivo e biblioteca privada Marquês Jácome Correia.

O propósito desta exposição é dar a conhecer tanto a origem e as primeiras importações para a Europa de um conjunto de plantas que se encontram representadas nos jardins de São Miguel e nas paisagens açorianas, como os protagonistas da encomenda e as suas motivações; os fornecedores, veículos e meios de transporte das plantas; o cultivo e a aclimatação face às inovações técnicas e científicas produzidas ao longo do século XIX; e por ultimo, mas não menos importante, a transmutação de significados operados pela representação, exibição, divulgação de conhecimentos e propagação de plantas exóticas no território da ilha, com as inevitáveis consequências no plano simbólico, económico e ecológico.

O catálogo, com a coordenação da Professora Doutora Isabel Soares de Albergaria, é constituído por duas partes, sendo a primeira votada a um conjunto de cinco estudos versando problemáticas diversas e incidindo sobre campos disciplinares distintos, tendo as plantas e os jardins de São Miguel como denominador comum. Na segunda parte apresentam-se os textos de enquadramento dos quatro núcleos que compõem a exposição, a saber: O Conhecimento das Plantas; Encomenda e Transporte; O Cultivo e Assimilação Cultural.

Enquadrada e enriquecida pelos textos da coordenadora, a publicação constitui um aporte rigoroso e informado para o aprofundamento da reflexão em torno das funções de conservação, divulgação, proteção e dinamização de um património documental, botânico, paisagístico e ambiental que se afigura de extrema relevância cultural, e também turístico, no contexto da ilha de São Miguel, em particular, e dos Açores, em geral. Ana Duarte Rodrigues, reputada especialista em história de jardins, trata das exposições de jardins numa perspetiva atual e transversal, enquanto instrumentos privilegiados para a revelação do imenso trabalho criativo de design e composição de jardins, de conhecimentos científicos de botânica e horticultura, dos desafios tecnológicos a ultrapassar e das personalidades que desempenharam um papel fundamental no desenvolvimento da arte dos jardins; Maria João Pereira, bióloga da Universidade dos Açores e investigadora dos projetos GreenGA e IGA (Innovation Green Azores) propõe-nos uma análise da fitodiversidade existente nos jardins dos Açores e do seu legado botânico, apresentando resultados parciais e até agora inéditos da investigação levada a cabo pelo projeto Green Gardens – Azores; Raimundo Quintal, autoridade incontestada no domínio da biogeografia e grande amigo dos jardins dos Açores, traz-nos uma proposta fundamentada para a classificação de Árvores Monumentais existentes nos jardins, parques e matas de São Miguel; Finalmente, Rosalina Gabriel, bióloga especialista em Ecologia Vegetal da Universidade dos Açores, investigadora do projeto GreenGA e membro do Grupo da Biodiversidade dos Açores, trata do papel dos jardins na disseminação de espécies exóticas e invasoras, sob o mote: não há rosas sem espinhos; Isabel Iva Matos Cogumbreiro Garcia, Chefe de Divisão de Biblioteca e Documentação faz uma digressão reflexiva sobre o espólio documental da BPARPD dedicado a plantas e jardins e o seu contributo para a formação das identidades.

 

Amor com Poesia

 O Amor e a Poesia são dois universos que se complementam e alimentam mutuamente.

Através das palavras de amor, ditas e escritas por alguns dos nossos poetas, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada celebra o Dia de São Valentim (14 de fevereiro) e o Dia Mundial da Poesia (21 de março) promovendo, de 14 de fevereiro a 31 de março, uma mostra de originais de cartas de amor e de manuscritos poéticos, pertencentes ao seu acervo documental.

De entre os documentos expostos estão cartas e poemas escritos por algumas personalidades ilustres da cultura, como Natália Correia, Vitorino Nemésio, Teófilo Braga e Almeida Garrett.

Trazendo a poesia para o dia-a-dia das pessoas, a BPARPD apresenta um “varal de poesia” com cópias das transcrições dos manuscritos poéticos expostos e de outros autores, convidando quem passa, a apanhar um poema que que poderá levar para seu deleite ou para oferecer a quem deseja.

 

 

Bookcrossing

A Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, aproximando-se cada vez mais dos interesses dos seus leitores, é agora parceira do Bookcrossing.

O Bookcrossing é um movimento mundial de incentivo à leitura e à criação de uma comunidade em torno da partilha de livros. O bookcrossing é entendido como um clube de livros global que atravessa o tempo e o espaço. É um grupo de leitura que não conhece limites geográficos. Os seus membros libertam livros para que possam ser encontrados por outros. O objetivo consiste em transformar o mundo numa biblioteca.

Este processo é feito de forma totalmente gratuita e, como cada um dos livros tem um número de registo (BCID), quem os encontra, ao aceder a www.bookcrossing.com, poderá ver de onde ele veio, por onde andou, e deixar a sua opinião sobre o livro que leu.

A ideia é simples: aderir a uma comunidade de leitores livre e sem fronteiras, através do lema: “Encontre um livro livre, leia-o e liberte-o”.

Aliando-se a este movimento e assinalando o Dia Mundial das Bibliotecas – 1 de julho - a BPARPD, a partir do dia 2 julho, irá “libertar” livros em diversos locais públicos dos distintos concelhos da ilha de São Miguel, promovendo desta forma hábitos de leitura, aproximando o livro de públicos alargados e criando uma nova comunidade de leitores.

Para comentar os livros libertos pela BPARPD, aceda a www.bparpd.azores.gov.pt, na área de Destaques, onde encontra o acesso ao bookcrossing – www.bookcrossing.com -, insira o número de identificação do livro que encontrou (BCID), deixe o seu comentário, e depois liberte-o!

 

Histórias Requinhas ao sábado

 

A Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada no âmbito das atividades de Promoção do Livro e da Leitura, dá as boas vindas a mais um ano, com Histórias Requinhas ao sábado, em parceria com o grupo de contadoras “Histórias Requinhas”.

A decorrer ao sábado, nos dias 26 de janeiro, 23 de fevereiro, 23 de março, 27 de abril e 22 de junho, pelas 16h00, na Sala de Leitura Infantil. As Histórias Requinhas ao sábado pretendem ser a sugestão ideal para as atividades em família, procurando envolver e cativar, pequenos e graúdos, para o fascinante mundo da leitura e da imaginação, numa abordagem divertida e motivadora, estreitando os laços entre as famílias e a biblioteca

O grupo de contadoras “Histórias Requinhas” surgiu em 2011 e pretende fomentar o gosto pelo livro e pela leitura de forma lúdica e atrativa. Durante cerca de 60 minutos, crianças e adultos são transportados para o maravilhoso mundo das histórias, onde a imaginação não tem limites.

Cada sessão é única, e de entrada livre a todos aqueles que gostem de sonhar

 

 

 
 
 


<< voltar
Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 




 

Casa da Autonomia
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Rede Prestige Azores
 Provedor do Utente da Saúde
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal