Áreas Protegidas  |  Rede Natura 2000  |  Património UNESCO  |  Reservas Biosfera  |  Geoparque Açores  |  RAMSAR  |  Envolvimento Internacional  |  Espécies e Habitats



Destaques
 
Plano de Gestão das Áreas Terrestres do Parque Natural da Ilha do Corvo | Discussão Pública
 Mais »
Plano de Gestão das Áreas Terrestres do Parque Natural da Ilha das Flores | Discussão Pública
 Mais »
Plano de Gestão das Áreas Terrestres do Parque Natural da Ilha de São Jorge | Discussão Pública
 Mais »
Plano de Gestão das Áreas Terrestres do Parque Natural da Ilha Graciosa | Discussão Pública
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Sessão Pública do Plano de Gestão das Ár...
Sessão Pública do Plano de Gestão das Ár...
Governo dos Açores promove sessão públic...
Sessão Pública do Plano de Gestão das Ár...
 

Reserva da Biosfera das Flores



 Caldeiras Funda e Rasa Lajedo Poço do Bacalhau

A Reserva da Biosfera das Flores engloba a totalidade de área terrestre da ilha das Flores, num total de cerca de 143 km2, tendo o seu ponto mais alto a 915 metros no Morro Alto, parte central da ilha, e ainda uma área marítima.

A ilha apresenta um relevo vigoroso, com uma estrutura planáltica em dois degraus, de onde se projetam vários aparelhos vulcânicos. Nas zonas aplanadas envolventes destes cones, ocorre um grupo de caldeiras, antigas crateras de afundamento, rasas ou fundas, com água acumulada na sua parte inferior, formando lagoas.

O litoral da ilha apresenta arribas altas e exibe um vigoroso recorte, complementado por inúmeros ilhéus e penedos localizados na proximidade da costa. As dificuldades de acesso preservaram ao longo dos séculos a importância destes locais como áreas de nidificação de relevantes espécies de aves marinhas. Na base das arribas ocorrem aglomerações detríticas denominadas fajãs.

O conjunto da Fajãzinha e Fajã Grande constitui um dos trechos mais impressionantes e emblemáticos do contrastante litoral florentino, com a imponente escarpa que o delimita do lado oriental marcada por grandes quedas de água, nomeadamente a da Ribeira Grande que se despenha num salto de cerca de 300 metros.

A Rocha dos Bordões, com a sua rara estrutura geológica de disjunção prismática de grandes dimensões, é um emblema paisagístico da ilha e do arquipélago, classificado como Monumento Natural.

Zonamento da Reserva da Biosfera

Ecossistemas
As zonas altas e húmidas do Planalto Central contêm a maior turfeira da Região, vital para o equilíbrio hídrico da ilha e para as características ribeiras e cascatas que a definem paisagisticamente. As turfeiras altas ativas e as turfeiras arborizadas são habitat prioritários (Diretiva Habitats), estando estas últimas associadas à maior floresta de cedro-do-mato (Juniperus brevifolia) dos Açores. Dois outros tipos de habitat prioritário, as charnecas macaronésias endémicas e a floresta de Laurisilva, estão também bem representados, rodeando ambientes de água doce lênticos (lagoas de várias dimensões, incluindo a Lagoa Negra, a mais profunda da Região) e lóticos (ribeiras permanentes e temporárias). Estes habitats, pela sua localização geográfica no Atlântico, são ainda importantes como áreas de descanso e alimentação de aves migradoras.

Espécies
A ilha das Flores apresenta uma elevada concentração de espécies endémicas. No global, apresenta 195 endemismos açorianos, sendo esta riqueza, particularmente, notória ao nível dos invertebrados e da vegetação terrestres. No total, ocorrem nas Flores, pelo menos, 73 das 77 espécies e subespécies de plantas endémicas dos Açores, sendo uma delas endémica dessa ilha e outras duas conhecidas apenas das ilhas do Grupo Ocidental.

Dos vertebrados endémicos dos Açores, um peixe marinho, nove aves e um morcego, nove espécies e uma subespécie de artrópodes são apenas conhecidas na ilha das Flores, colocando-a na terceira posição a nível regional. A nível dos moluscos, duas das onze espécies presentes nas Flores apenas são conhecidas no Grupo Ocidental.

Processo de Candidatura

Consulte abaixo os documentos constituintes da candidatura da ilha das Flores a Reserva da Biosfera:

> Ilha das Flores - Candidatura a Reserva da Biosfera - PT
> Biosphere Reserve Nomination Form - EN

Plano de Ação da Reserva da Biosfera das Flores
De acordo com o artigo 52.º do Decreto Legislativo Regional n.º 15/2012/A, de 2 de abril, cada Reserva da Biosfera é dotada de um plano de ação, aprovado por portaria do membro do Governo Regional competente em matéria de ambiente, do qual devem constar as ações a desenvolver e um programa de educação ambiental específico, bem como as ações de promoção interna e externa necessárias para a realização dos objetivos fixados para as reservas da biosfera no âmbito do Programa MAB da UNESCO.

Em 2020, foi aprovado por portaria o Plano de Ação da Reserva da Biosfera das Flores que desenvolve abordagens socioeconómicas que, aliando conhecimentos científicos e estratégias de governança, pretendem reduzir a perda de biodiversidade e melhorar os níveis de subsistência das populações nas áreas integradas nas respetivas Reservas da Biosfera, favorecendo as condições socais, económicas e culturais essenciais à viabilidade do desenvolvimento sustentável desses territórios, no âmbito do Programa MAB da UNESCO e da marca Biosfera Açores.

Consulte abaixo a Portaria que aprovou o Plano de Ação da Reserva da Biosfera das Flores:

> Ilha das Flores - Plano de Ação da Reserva da Biosfera - PT


Numero de Visitantes
  991506  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 





 
 
 

  




 

HOMEQUEM SOMOSPROJETOS E AÇÕESCAMPANHASLEGISLAÇÃOLINKSCONTACTOSFORMULÁRIOS ONLINEDESTAQUES

©2004-2021 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE