principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Presidência do Governo
Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial
Secretaria Regional da Solidariedade Social
Secretaria Regional da Educação e Cultura
Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia
Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas
Secretaria Regional da Saúde
Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

 

Ponta Delgada , 2 de Junho de 2012

Governo dos Açores empenhado em melhorar as respostas sociais dirigidas à família

O Governo dos Açores, através da Secretaria Regional do Trabalho e Solidariedade Social, “tem vindo a desenvolver, ao longo destes anos, um enorme investimento em recursos técnicos e logísticos com vista a melhorar a qualidade das respostas dirigidas às famílias, às crianças e jovens em risco, através da articulação de inter-serviços e inter-instituições, públicas e privadas, procurando uma maior rapidez na resposta a dar a situações de perigo, bem como uma maior eficácia na cooperação ao nível do diagnóstico e planeamento das ações de atendimento e acompanhamento psicossocial e educativo e na definição de um projeto de vida de cada criança e jovem”.

A afirmação é de Paula Ramos, Presidente do Instituto para o Desenvolvimento Social dos Açores (IDSA), e foi proferida ontem no congresso internacional “Adolescência: Desafios e Riscos”, evento que decorreu na Aula Magna da Universidade dos Açores.

Intervindo no painel “Integração e inclusão social de jovens em risco”, Paula Ramos salientou que tem sido “uma das prioridades do Governo a adoção de políticas públicas determinadas por critérios de justiça social, nomeadamente no que se refere à progressiva eliminação de fatores que afetam todas as famílias em situação de grande vulnerabilidade, destacando-se, neste caso concreto, aquelas em que se encontram crianças e jovens em risco”. Neste contexto, destacou a concretização de medidas que, tanto numa ótica preventiva, como terapêutica, promocional e reparadora, promovem a inserção das crianças e dos jovens.

Paula Ramos assumiu como um dos principais ojetivos da política de intervenção do IDSA a defesa e desenvolvimento da criança e do jovem em situação de risco. A principal meta tem sido, por isso, “procurar responder em tempo útil às necessidades de integração familiar, social e comunitária das crianças e jovens em risco, estruturando apoios necessários por forma a evitar o acolhimento por longos períodos de tempo, garantindo, sempre que possível, o direito fundamental das crianças ou jovem, à família biológica ou adotiva”.

Com base nesse pressuposto, prosseguiu, “O IDSA promoveu a melhoria e qualificação das suas equipas e estruturas de resposta, com a introdução de novas instrumentos e metodologias de intervenção social, destacando-se as de integração familiar e de orientação familiar”.

Por outro lado, e reconhecendo a importância de melhorar as condições em que as crianças e jovens vivem e de intervir junto das famílias cujas crianças e jovens são abrangidas por medidas de promoção e proteção, “entende o IDSA que é indispensável aplicar medidas preventivas destinadas a melhorar o apoio às famílias em geral”. Assim, reforça Paula Ramos, “torna-se necessária uma intervenção o mais precoce possível”. É neste contexto que surge, por exemplo, o projeto piloto de Educação Parental.

Outra das preocupações do IDSA tem sido a de manter as respostas dirigidas aos jovens no âmbito da sua integração e inclusão social. As mesmas foram materializadas na rede regional de Centros de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil (CDIJ) e no Centro de Interação e Educação Vivencial (CIEV) de São Miguel.

“Os CDIJ e CIEV são estruturas de âmbito comunitário, vocacionadas para a promoção do desenvolvimento saudável dos jovens que se encontram em situações de risco e facilitadoras de uma verdadeira integração social”, explicou a Presidente do IDSA.

Com a adoção destas medidas, “julgamos estar a contribuir com toda a certeza para uma sociedade mais solidária, com uma consciência coletiva ativa, em que a problemática relacionada com a defesa dos direitos das crianças, dos jovens e das famílias estará no centro das suas preocupações”, concluiu Paula Ramos.


GaCS/SRTSS/IDSA
 
 
 
 
 
   
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Agenda do Governo Regional dos Açores para 12 e 13 de novembro

Governo dos Açores remeteu à Assembleia Legislativa propostas de diplomas sobre pescas, domínio público hídrico e uso de recursos naturais para fins científicos

Teresa Machado Luciano confiante quanto à recuperação das listas para cirurgia

Marta Guerreiro revela conclusão dos Planos de Gestão dos Parques Naturais das ilhas do Faial, Pico e São Miguel

Temporada Artística 2019 promove recital “Canções de Saudade e Amor” na Graciosa

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 
 


 

 

  

 
 


 
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
 Provedor do Utente da Saúde
 
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal