principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Administração
Agricultura e Floresta
Ambiente
Ciência e Tecnologia
Comércio
Comunidades
Cooperativismo
Cultura
Desporto
Direitos
Educação
Eleições
Emprego
Encerrar uma empresa
Energia
Estatística
Estatísticas e indicadores
Financiamentos e incentivos
Habitação e Equipamentos
Impostos
Incentivos
Indústria
Informação Empresas
Iniciar uma empresa
Inspecção Económica
Juventude
Lazer e Utilidades
Legislação
Licenciamentos
Pescas
Protecção Civil
Saúde
Segurança Social
Transportes
Turismo

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

 

Ponta Delgada , 19 de Novembro de 2019

Governo dos Açores mantém vigilância a eventuais novos focos da doença hemorrágica viral nas populações de coelho-bravo

A Secretaria Regional da Agricultura e Florestas, através da Direção Regional dos Recursos Florestais, mantém a vigilância a eventuais novos focos de doença, promovendo anualmente recolhas de amostras de coelho-bravo, no âmbito do programa de monitorização do impacto da nova variante da doença hemorrágica viral (DHV) nas populações de coelho-bravo nos Açores.

 

Este programa implementado há cinco anos pela Direção Regional dos Recursos Florestais, com a colaboração do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto (CIBIO-UP), visa a recolha de amostras de animais recém-abatidos na caça, para que se possa avaliar a existência ou a evolução de uma resposta imunitária adaptativa do coelho-bravo à DHV.

 

À semelhança dos últimos anos, elementos da equipa do CIBIO-UP deslocar-se-ão às ilhas de São Miguel, a 24 de novembro, Graciosa, de 26 a 29 de novembro, e Terceira, a 30 de novembro e 1 de dezembro, para, em colaboração com os Serviços Florestais e caçadores locais, procederem à recolha das amostras.

 

Uma vez que o impacto da DHV sobre a abundância de coelho-bravo tem sido diferente de ilha para ilha e, em alguns casos, entre diferentes zonas da mesma ilha, esta iniciativa é essencial para uma gestão cinegética que se pretende cuidada e ajustada à realidade regional.

 

No interesse comum em preservar as espécies que se podem caçar nos Açores, o Governo Regional solicita a comparência e a colaboração dos caçadores nos locais pré-estabelecidos em cada ilha para a recolha de amostras de coelho-bravo, cuja hora e localização pode ser consultada na página da DRRF na Internet, em http://drrf.azores.gov.pt.

 

Esta recolha de amostras é fundamental para perceber a forma como a DHV está a afetar as populações de coelho-bravo nos Açores e assim desenvolver uma gestão cinegética que se pretende cuidada e ajustada à realidade regional.


GaCS/RM
 
 
 
  Imagens Adicionais:
  19.6853.JPG 19.6854.JPG
   
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Governo dos Açores consignou construção de 10 lotes infraestruturados no loteamento dos Milagres, nos Arrifes

Parque de Arvorismo em São Miguel insere-se na estratégia regional de valorização da floresta dos Açores

Desemprego volta a baixar nos Açores e regista a segunda maior descida do país

Diretor Regional destaca investimento de meio milhão de euros em Oficinas de Competências Digitais

Governo dos Açores concedeu 260 mil euros de apoios a entidades da Diáspora

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 


 
 

 

 




 
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Provedor do Utente da Saúde
 
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal