principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Administração
Agricultura e Floresta
Ambiente
Ciência e Tecnologia
Comércio
Comunidades
Cooperativismo
Cultura
Desporto
Direitos
Educação
Eleições
Emprego
Encerrar uma empresa
Energia
Estatística
Estatísticas e indicadores
Financiamentos e incentivos
Habitação e Equipamentos
Impostos
Incentivos
Indústria
Informação Empresas
Iniciar uma empresa
Inspecção Económica
Juventude
Lazer e Utilidades
Legislação
Licenciamentos
Pescas
Protecção Civil
Saúde
Segurança Social
Transportes
Turismo

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

 

PontaDelgada , 6 de Setembro de 2010

Carlos César anuncia investimento de dez milhões euros de fundos comunitários na EDA

O Presidente do Governo dos Açores anunciou hoje que o seu executivo vai afectar uma verba de dez milhões de euros de fundos comunitários para projectos da empresa Electricidade dos Açores (EDA).

 

Entre esses projectos avultam os relacionados com o reforço do contributo das energias renováveis para a produção de energia eléctrica, área em que, aliás, Carlos César elogiou os resultados entretanto alcançados e de que adiantou alguns dados significativos.

 

“Entre 1996 e 2009, o contributo das energias renováveis para o sector eléctrico aumentou dez vezes”, revelou, frisando, no entanto, que a EDA não deve perder de vista o objectivo que está plasmado no plano energético regional, que é o de atingir, em 2014, um contributo das renováveis na ordem dos cinquenta por cento.

 

Tendo em conta que, em termos de consumo de energia global nos Açores, o sector rodoviário, por si só, representa um terço, Carlos César chamou também a atenção para a necessidade de introduzir naquele sector mais automóveis movidos a energia eléctrica, objectivo que, de resto, disse que a EDA vem também perseguindo, bem como o Projecto Green Island.

 

O Presidente do Governo falava no final de uma reunião, a que presidiu, do Conselho de Administração da Electricidade dos Açores SA, liderado por Roberto Amaral, na qual participaram, para além do Vice-Presidente, Sérgio Ávila, e do Secretário Regional do Ambiente, Álamo de Meneses, e representantes de outros accionistas do Grupo EDA.

 

Para Carlos César, o encontro representou não só uma evidenciação da importância estratégica da área de negócios do Grupo EDA, que engloba produção, transporte, distribuição e comercialização de energia nas ilhas dos Açores, mas também do valor da parceria entre o Governo Regional, accionista maioritário, e os accionistas de referência, a ESA e a EDP.

 

“Quisemos, também, dar nota pública do envolvimento do Governo Regional nas decisões e nos investimentos estratégicos que estão previstos”, afirmou, salientando que a Electricidade dos Açores, para além de um dos maiores empregadores da região, com quase mil trabalhadores, é igualmente um dos maiores investidores, apresentando resultados positivos nos últimos anos.

 

Sublinhando não ter nenhum preconceito relativamente à estrutura da EDA, revelou que “não estando prevista, de imediato, qualquer alteração sensível da alteração da estrutura accionista, esta não é uma matéria que deva estar afastada de qualquer decisão a médio e longo prazo.”

 

O Presidente do Governo acrescentou mesmo que não haverá problema em a região perder, eventualmente, a maioria do capital na empresa, já que a regulação existente no sector eléctrico deixa pouca margem de decisão aos accionistas em aspectos fundamentais de gestão.

 

Por outro lado, a convergência do tarifário eléctrico – processo cuja aplicação nos Açores Carlos César disse ter sido extraordinariamente importante – foi realçada como um dos aspectos que o Governo regional quis salientar positivamente com a sua presença, esta manhã, na sede da EDA.

 

“Para termos, hoje, um equilíbrio de exploração, teríamos, por exemplo, de aumentar a tarifa de energia eléctrica aos consumidores, em sessenta e oito por cento”, revelou, para logo dizer que, felizmente, esse cenário foi afastado com, exactamente, a convergência do tarifário, que também proporcionou a vinda de importantes e volumosos recursos financeiros.

 


GaCS/CT
 
 
 
Anexos:   Imagens Adicionais:
2010.09.06-PGRnaReuniãoComEDA.mp3   4059.jpg 4060.jpg
   
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Museu Francisco de Lacerda, em São Jorge, conclui Rede de Museus Regionais e de Ilha, refere Avelino Meneses

Todas as ilhas dos Açores ficam abrangidas este ano pela Rede de Clubes de Programação e Robótica, afirma Gui Menezes

Governo dos Açores disponibiliza 4,2 ME para projetos na área da promoção, qualificação e monitorização da atividade turística

Agenda do Governo Regional dos Açores para 24 e 25 de janeiro

Novos equipamentos para os Bombeiros das Velas reforçam segurança no socorro, afirma Teresa Machado Luciano

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 


 
 

 

 




 
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Provedor do Utente da Saúde
 
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal