principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Presidência do Governo
Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial
Secretaria Regional da Solidariedade Social
Secretaria Regional da Educação e Cultura
Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia
Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas
Secretaria Regional da Saúde
Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

Ponta Delgada , 30 de Julho de 2019

Praia de Porto Pim, no Faial, reabre quarta-feira à prática balnear

A Praia de Porto Pim, no Faial, reabre quarta-feira, 31 de julho, à prática balnear, depois de ter estado interdita a banhos devido a um fenómeno tópico e espacialmente restrito de contaminação por bactérias fecais.

 

A Direção Regional dos Assuntos do Mar (DRAM), na sequência de um reporte informal de que várias crianças teriam tido alguns problemas de pele, embora sem gravidade, após terem frequentado a Praia de Porto Pim, contratou o Instituto Ricardo Jorge para proceder à recolha de amostras de areia em diversos locais da praia, sendo que os resultados preliminares indicaram a presença de contaminação bacteriológica em algumas zonas do areal.

 

O técnico especialista do Instituto Ricardo Jorge recolheu uma amostra de areia junto ao paredão sul da praia e outra amostra, composta em quatro áreas, ao longo da praia.

 

Refira-se que, por lei, não é obrigatório fazerem-se análises de areia das zonas balneares.

 

Os resultados das análises indicaram, sem margem para dúvida, a existência de um foco de contaminação fecal, junto ao paredão da praia.

 

Perante esta situação, a DRAM convocou as autoridades competentes, nomeadamente a Delegada de Saúde Concelhia da Ilha do Faial, a Polícia Marítima e o Parque Natural da Ilha do Faial, bem como a Câmara Municipal da Horta, para ser desenhado um plano de ação para mitigar a contaminação por bactérias fecais (Escherichia coli e Enterococos intestinais).

 

Durante essa reunião, a Delegada de Saúde Concelhia da Ilha do Faial decidiu, por precaução, interditar a prática balnear na Praia de Porto Pim por tempo indeterminado, até novas evidências de que a contaminação estaria debelada.

 

Neste contexto, a DRAM decidiu recolher mais uma dezena de amostras de areia, espacialmente representativas, e remetê-las para análise no Instituto Ricardo Jorge para validar a informação obtida inicialmente e despistar o foco de contaminação.

 

Paralelamente, a DRAM intensificou também a monitorização regular daquela água balnear, em especial na proximidade do foco de contaminação, tendo-se verificado que se encontrava em boas condições para banhos.

 

Por outro lado, o Parque Natural da Ilha do Faial desenvolveu todos os esforços para identificar e conter a origem da contaminação, tendo-se concluído que se devia a uma deficiência de uma caixa de passagem do sistema de fossas do bar da Fábrica da Baleia, que foi imediatamente reparada, através da sua impermeabilização.

 

A DRAM decidiu ainda proceder à remoção de 40 m3 de areia adjacente à zona contaminada, que será substituída por areia de outro local, iniciativa que está a decorrer durante a manhã de hoje.

 

No seguimento destas medidas, a Delegada de Saúde Concelhia da Ilha do Faial decidiu que a praia seria aberta ao público quarta-feira, sendo que a zona adjacente ao foco de contaminação ficará com acesso restrito até ao final da semana.

 

O resultado das últimas amostras, recebidas ao final da tarde de segunda-feira, confirmaram a contaminação junto ao paredão por coliformes fecais e confirmaram a ausência da levedura Cândida albicans e a presença de fungos filamentosos com uma densidade abaixo do máximo recomendável.

 

Apesar do incómodo causado aos banhistas pela interdição daquela zona balnear, saliente-se que, em primeiro lugar, está a salvaguarda da saúde pública.

 

A interdição da Praia de Porto Pim revela que o sistema de monitorização das zonas balneares dos Açores é eficaz, permitindo que a sua utilização seja feita em segurança.

 

A Direção Regional dos Assuntos do Mar continuará a monitorizar a Praia de Porto Pim, bem como todas as áreas balneares da Região, atuando sempre que necessário.

 

Refira-se ainda que o processo entre a recolha das amostras, a sua análise e a obtenção de resultados leva o seu tempo, tendo sido disponibilizada a informação possível, de modo a evitar especulações e interpretações erróneas.

GaCS/GM
 
 
 
 
     
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Direção Regional dos Recursos Florestais está no terreno a ajudar a reparar caminhos afetados pela chuva na ilha do Pico

Agenda do Governo Regional dos Açores para 19 de setembro

Agenda do Governo Regional dos Açores para 19 e 20 de setembro

Mais cinco moradias construídas pelo Governo dos Açores na ilha de São Miguel concluídas até ao final do ano

Diretor Regional das Comunidades visita comunidades açorianas na Califórnia



<< voltar

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 



 

 

  



Casa da Autonomia
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Rede Prestige Azores
 Provedor do Utente da Saúde
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal