principal
Presidente
Governo Regional
Espaço Cidadão
Espaço Empresas
Sobre os Açores
  notícias Legislação Agenda fotos Contactos Mapa do Portal Ajuda
English VersionCHANGE LANGUAGE
Ver Em: entidades  temas
 

Presidência do Governo
Vice-Presidência do Governo, Emprego e Competitividade Empresarial
Secretaria Regional da Solidariedade Social
Secretaria Regional da Educação e Cultura
Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia
Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas
Secretaria Regional da Saúde
Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo
Secretaria Regional da Agricultura e Florestas

 
Comunicação Social
      

Receba as notícias do Governo dos Açores por RSS - clique aqui 

Horta , 16 de Maio de 2018

Berto Messias realça bom desempenho económico e resultados na criação de emprego nos Açores

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares realçou hoje, na Horta, o atual bom desempenho económico e os resultados obtidos na criação de emprego nos Açores.

 

Berto Messias falava na Assembleia Legislativa, durante o debate de uma declaração política apresentada pelo CDS/PP, que classificou como “apocalíptica” e que traça “um cenário dantesco da atual situação económica e social dos Açores, que não corresponde à realidade”.

 

O Secretário Regional frisou que a narrativa apresentada na declaração é contraditada “pelos resultados, pelos empresários e pelos Açorianos”.

 

“Temos hoje resultados absolutamente inquestionáveis do ponto de vista económico e do ponto de vista social”, assegurou.

 

Berto Messias enumerou os bons indicadores que têm vindo a ser conhecidos, emitidos por entidades idóneas, “do ponto de vista da competitividade, da atividade económica da Região, da dinâmica nas pescas, do aumento do peixe descarregado em lota, da dinâmica do setor agrícola, no leite e na carne exportada, dos transportes e das acessibilidades”, negando que, nesta última área, tenha existido “uma supressão de oferta”.

 

"A narrativa dos partidos da oposição mudou”, afirmou, destacando que, há poucos anos, "a discussão era 'todas as ilhas estão a decrescer e eu quero que o turismo na minha ilha cresça'”, mas atualmente é “'aquela ilha cresce mais do que a minha, todas crescem dois dígitos, mas eles crescem mais do que nós e nós também queremos crescer como eles'”.

 

O Secretário Regional salientou que esse trabalho “é mérito do Governo dos Açores mas, sobretudo, é mérito dos empresários, de quem se dedica ao turismo e aos negócios”, considerando que isso é “absolutamente inquestionável”.

 

Berto Messias lembrou que os Açores estão a bater todos os recordes em termos de passageiros desembarcados, de ocupação hoteleira, de mês para mês, de trimestre para trimestre.

 

O governante realçou que o Executivo regional “tem consciência que há questões que têm de ser melhoradas, corrigidas, que temos novos desafios com que lidar no âmbito da carga turística, das acessibilidades”, assegurando que “é esse o trabalho que está a ser feito todos os dias pelo Governo, em parceria com os agentes económicos da Região”.

 

O Secretário Regional acusou a oposição de “selecionar estatísticas e indicadores no âmbito do emprego, conforme lhes dá mais jeito”, destacando que, também aqui, houve mudança de narrativas.

 

“Quando o desemprego era de 18%, no primeiro trimestre de 2014, a oposição rasgava as vestes, dizendo que esse indicador era culpa única e exclusiva do Governo. Agora, que o desemprego está em cerca de 8%, o mérito é de quem?”, questionou.

 

Berto Messias frisou que os Açores estão “há 15 trimestres consecutivos com redução homóloga da taxa de desemprego, há seis trimestres consecutivos com aumento da população empregada”, recordando que este cenário surgiu após uma “crise sem precedentes, um país intervencionado, uma crise económica e social que derrubou países por essa Europa fora”.

 

Durante esse período, acrescentou, o Governo dos Açores assumiu políticas no sentido de colocar "ao serviço das empresas, das pessoas, os instrumentos públicos para minimizar o impacto dessa crise aqui” e, “em determinadas alturas e determinadas matérias, contando com o contributo de alguns partidos da oposição”.

 

Berto Messias evidenciou ainda o “aumento significativo da população empregada nos Açores”, rejeitando que tenha a ver com os programas ocupacionais e dando nota que, de acordo com os últimos números do IEFP, “existem hoje mais 13.358 Açorianos empregados e mais 320 Açorianos em programas ocupacionais, ou seja, 98% do emprego criado nada tem a ver com os programas ocupacionais”.

 

“Não estamos no patamar da opinião, não estamos no patamar da narrativa politico-partidária, estamos de facto a conseguir iniciar um novo ciclo na nossa Região”, afirmou Berto Messias.

GaCS/TM
 
Anexos:  
2018.05.16-SRAPAP-EconomiaEmprego.mp3   18.2756.jpg
 
     
   Folha de Impressão   Enviar Enviar Notícia   GaCS Site do GaCS   Órgãos de Comunicação Social Órgãos de Comunicação Social   rss  
     

Últimas Notícias

Biblioteca Pública João José da Graça, na Horta, promove oficina de iniciação à banda desenhada

Alunos da EBI da Maia venceram o Concurso de Ideias dos Clubes de Proteção Civil

Açores participam na 88.ª Feira do Livro de Lisboa

Governo dos Açores promove iniciativa “Ofícios da Terra”, dedicada ao artesanato, em Santa Maria

Serviço de Cardiologia do Hospital da Terceira já dispõe de telemetria



<< voltar

Pesquisa
 
Onde?
Pesquisa Avançada >>
 


 


 


Casa da Autonomia
Jornal Oficial
Programa de Governo
Açores 2020
 PROMEDIA 2020
 O Governo dos Açores mais perto de si - clique para enviar e-mail
Roteiro AP
 Linha Verde Apoio ao Cidadão
 
Rede Prestige Azores
 Provedor do Utente da Saúde
  
Ouvir Esta Página OUVIR
Ir para o topo desta página TOPO
ajuda AJUDA
English VersionCHANGE LANGUAGE

 
Símbolo de Acessibilidade à Web
principal | Presidente | Governo Regional | Espaço Cidadão | Espaço Empresas | Sobre os Açores | O Meu Portal