São Roque, Pico 4 de Abril de 2018
Vasco Cordeiro visita obra da Casa dos Vulcões que reforça atratividade turística da Região e do Pico
 

O Presidente do Governo visitou hoje as obras de construção da Casa dos Vulcões, um investimento de cerca de dois milhões de euros que vai incluir uma componente didática sobre o património geológico dos Açores, contribuindo também para reforçar a atratividade turística da Região, em geral, e do Pico, em particular.

 

“Este investimento, que se iniciou em novembro de 2017 e tem um prazo de execução de 15 meses, acaba, também, por servir uma componente clara de valorização e criação de um ponto de interesse turístico, no sentido de permitir àqueles que nos visitam ter uma relação mais próxima com a nossa realidade”, salientou Vasco Cordeiro.

 

No segundo dia da visita estatutária ao Pico, o Presidente do Governo adiantou que a futura Casa dos Vulcões, que recupera património edificado do núcleo do Lajido de Santa Luzia, “insere-se na rentabilização das condições para o aumento da atratividade e do crescimento turístico da Região”.

 

“A ilha do Pico é um exemplo entre as várias ilhas da nossa Região desse crescimento. Em 2017, o aumento das dormidas ultrapassou os 9 por cento e os proveitos ultrapassaram os 11 por cento. Essa é uma tendência que continua este ano, com crescimentos superiores a 20 por centro nas dormidas e de 50 por cento nos proveitos”, destacou.

 

Segundo disse, este é um caminho que está a ser feito e que está a ser consolidado por toda a Região e o investimento na construção da Casa dos Vulcões, para além da componente que serve os Açorianos, tem também este fator de rentabilização e de atratividade turística.

 

A Casa dos Vulcões será, assim, um centro de divulgação do património geológico, juntando-se à rede de centros ambientais de interpretação e visitação existente em toda a Região como locais de proximidade e de sensibilização do património natural dos Açores.

 

Este empreendimento situa-se em pleno núcleo da Paisagem Protegida da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, classificada pela UNESCO como Património Mundial, e enquadrada pela montanha do Pico, o mais jovem vulcão dos Açores.

 

Do conjunto de conteúdos, destacam-se a Cápsula Sensorial, constituída por um domo geodésico representando um veículo destinado a realizar viagens imaginárias ao centro da Terra e onde serão efetuadas projeções audiovisuais, e o Simulador de Sismos, que permitirá simular, com grande realismo, este tipo de fenómenos naturais.

 
 
GaCS/PC
 
Anexos: Fotos: GsCS/JAR

<<< voltar

 

imprimir  |  guardar