FREGUESIAS  |  TRADIÇÃO E PRODUTOS TÍPICOS  |  ONDE DORMIR  |  ONDE COMER  |  O QUE FAZER  |  ITINERÁRIOS  |  COMO CHEGAR
1
Últimos conteúdos
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Má...
Governo dos Açores abre nova fase de can...
III Fórum 2016 Notícia
III Fórum 2016
 
Destaques
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Mágicas
 Mais »
III Fórum de Renovação da Carta Europeia de Turismo Sustentável
 Mais »
Agenda das Terras do Priolo - Outubro
 Mais »
Dia do Milho
 Mais »
 
Salga

A freguesia da Salga foi constituída a 15 de setembro de 1980 e conta hoje em dia com cerca de 488 habitantes. É dos povoados mais jovens do concelho do Nordeste, e desde cedo evidenciou grande dinâmica das suas gentes nas mais variadas áreas. Da Salga saíram muitos académicos, homens de negócios e gente afoita que muito contribuiu e continua a contribuir para o desenvolvimento desta localidade.

Segundo Gaspar Frutuoso, nesta terra predominava pastagem natural onde se caçavam e salgavam “porcos montanheses”. Daí advém o nome desta localidade. Como se situa num ponto alto da ilha, sentem-se ventos bastante fortes o que lhe faz ser conhecida também como “Terra das Ventaneiras”.

O sector da panificação e pastelaria é um dos expoentes mais produtivos da freguesia, saindo daqui pão e doçaria para toda a ilha, nomeadamente, o pão rústico, muito apreciado.

O que visitar:

* Igreja de São José
A 3 de outubro de 1903 foi lançada a primeira pedra para a construção da igreja de São José que veio substituir a antiga ermida com o mesmo nome. A construção deste templo finalizou-se em 1908, sendo a mais nova de todo o concelho.



* Fontanários (7)
Os fontanários outrora desempenharam um papel importante na vida diária das populações. Antes de existir água canalizada, os fontanários permitiam o abastecimento de água às diversas localidades. São sete destas estruturas existentes na freguesia da Salga:

1. Localizado na Travessa das Escolas, numa reentrância do muro, pintado de branco e cinzento. A sua bacia é de rocha basáltica.
2. Localizado na Rua de São João, numa reentrância da mesma. A bacia é feita em rocha basáltica. A sua pintura incide sobre o branco e o cinzento.
3. Localizada na Rua do Ramal esta estrutura de forma retangular inserida num muro, ostenta na sua fachada a inscrição “1902”.
4. Localizado no Caminho do Salto do Cavalo, na Mão da Água, longe da zona urbana. O fontanário está coberto por uma laje de betão, possui na sua frente um bebedouro para animais e está ladeado por duas banquetas.
5. Localizado na Rua de São João, numa reentrância da rua.
6. Localizado na Rua de São João, numa reentrância da rua.
7. Localizado na Rua do Ramal, em formato de arco.

  
   

* Coreto
Os coretos abrigam bandas musicais em concertos, festas e outras diversões. São símbolo de festa e continuam a ser nos dias de hoje, um palco de atuações, importante para muitas comunidades. Esta estrutura da Salga localiza-se junto à Igreja de São José e possui cobertura telhada e escadas de acesso.



* Miradouro do Salto da Farinha
Este miradouro possui uma vista panorâmica sobre o mar e sobre o Salto da Farinha, com cerca de 40 metros terminando num lago. A zona inclui um agradável parque de merendas com sanitários.


* Miradouro da Pedra dos Estorninhos
Situa-se uns metros mais abaixo do Miradouro do Salto da Farinha. Este miradouro, cuja construção data de 1989, oferece uma vista ampla sobre parte da costa norte da ilha e sobre parte do relevo montanhoso do Nordeste. Dispõe de uma agradável zona de merendas.



* Miradouro do Salto do Cavalo
Deste miradouro obtém-se uma vista sumptuosa sobre o Vale das Furnas bem como sobre a costa norte e sul da ilha. Em torno do miradouro, pode observar-se também floresta Laurissilva.

* Jardim da Igreja de São José
Situado no largo da Igreja de São José, é um espaço com canteiros relvados, árvores a oferecer sombra, alguns bancos de jardim e arruamentos pavimentados.



* Parque de Merendas do Miradouro do Salto da Farinha / Pedra dos Estorninhos
Parque de merendas apetrechado com dois palheiros com mesas e bancos em pedra, grelhadores e sanitários. Neste local situam-se os Miradouros do Salto da Farinha e da Pedra dos Estorninhos.



* Zona Balnear da Foz das Coelhas
Zona com acesso difícil a partir do Miradouro do Salto da Farinha, esta zona balnear encontra-se equipada com instalações sanitárias.



* Loja de Artesanato “A Folha de Milho”
Esta loja de artesanato, referência não só na freguesia como em todo o concelho do Nordeste, localiza-se na Rua Direita. Apresenta curiosos trabalhos como bonecas, flores e presépios cuja matéria-prima é a folha de milho. Com toque suave e genuíno cria flores em escama de peixe, casca de alho e cebola, pasta de alho, pasta de castanha e papiro. Recordando o passado saem de mãos, habilidosos tapetes de junco, chapéus em ráfia natural e presépios em cabaças.




< Voltar à página anterior


 

INÍCIORENOVAÇÃO CETSCETSÁREAS PROTEGIDASAÇÕES DE CONSERVAÇÃOCENTROS DE INTERPRETAÇÃOMARCA PRIOLONOTÍCIAS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE