FREGUESIAS  |  TRADIÇÃO E PRODUTOS TÍPICOS  |  ONDE DORMIR  |  ONDE COMER  |  O QUE FAZER  |  ITINERÁRIOS  |  COMO CHEGAR
1
Últimos conteúdos
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Má...
Governo dos Açores abre nova fase de can...
III Fórum 2016 Notícia
III Fórum 2016
 
Destaques
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Mágicas
 Mais »
III Fórum de Renovação da Carta Europeia de Turismo Sustentável
 Mais »
Agenda das Terras do Priolo - Outubro
 Mais »
Dia do Milho
 Mais »
 
Faial da Terra

A freguesia denominada “Presépio da Ilha”, situa-se no vale onde corre a ribeira o Faial da Terra e que divide a localidade a meio. O nome desta freguesia, com todos os seus atributos naturais, advém da abundância de Faia-da-terra existente no lugar onde foi implantada. Esta freguesia é, por excelência, um local de visita obrigatória. Com cerca de 359 habitantes, o Faial da Terra vive, essencialmente, da agropecuária.

No entanto, nem sempre foi assim. Nos princípios do séc. XVI, a terra fértil e a beleza do vale atraíram os primeiros povoadores que depressa fizeram produzir os terrenos, criando os seus próprios meios de subsistência. O mar também foi muito precioso para esta comunidade, pois foi outrora uma das principais zonas baleeiras da ilha de São Miguel.

O Sanguinho, é um local predileto de passagem dos turistas devido à beleza e riqueza das plantas endémicas e à atração que os costumes locais despertam.

O que visitar:

* Igreja de Nossa Senhora da Graça
A construção desta igreja data dos começos do séc. XVI. Foi incendiada pelos ingleses no final do séc. XVI, 1597, tendo sido reconstruída e reinaugurada em 1599. Nos princípios do séc. XIX sofreu novas reconstruções. Existe na fachada um elemento decorativo em relevo com as iniciais “N S G”. A torre também possui uma inscrição “P.M.I.M”.



* Ermida de Nossa Senhora de Lourdes
Esta ermida foi levantada por iniciativa do Padre António Pacheco Vieira, que a concluiu no ano de 1900. Possui na sua fachada um elemento decorativo, em relevo, com a inscrição “NSL 1906”



* Alminha
As Alminhas são património artístico-religioso que ocupam pontos estratégicos nas freguesias. São sinais de vivência religiosa mas não se separam da vivência física do território. No Faial da Terra existe uma na entrada para a Rua do Burguete.



* Triatos do Espírito Santo (2)
Os Triatos do Espírito Santo estão associados às festividades em honra do Divino Espírito Santo. Destinam-se à exposição dos símbolos do Espírito Santo, nomeadamente, a coroa real encimada por uma pomba, a bandeira, o ceptro, o estandarte e as varas. São construídos em planta retangular com um só piso. Os dois triatos desta freguesia localizam-se: um na Rua Direita, rua que ocupa a margem direita da ribeira do Faial da Terra, com cobertura telhada e encimado por um dos símbolos do Divino Espírito Santo, a pomba e o segundo localiza-se na Rua do Burguete onde na sua fachada encontra-se inscrito “1908”. Possui, no topo, um dos símbolos do Divino Espírito Santo, a coroa.

 

* Fontanários (5)
Os fontanários outrora desempenharam um papel importante na vida diária das populações. Antes de existir água canalizada, os fontanários permitiam o abastecimento de água às diversas localidades.

1. Localiza-se na Rua Direita, rua que ocupa a margem direita da ribeira do Faial da Terra. A moldura e todo o ornamento deste fontanário é em rocha basáltica esculpida. Encontra-se na sua fachada as inscrições “1874” e “C M”. Possui duas bicas com água sempre corrente.
2. Localiza-se na Rua do Alferes, caminho que ocupa a margem da ribeira do Faial da Terra. A bacia bem como a moldura e o ornamento do topo são trabalhados em rocha basáltica. Encontra-se inscrito na sua fachada “1888” e “O. P.”.
3. Localiza-se junto à Igreja de Nossa Senhora da Graça, na Praceta de Nossa Senhora da Graça. É uma construção de 1891, data inscrita em relevo. Possui quatro bicas, opostas duas a duas.
4. Localiza-se no início da Rua da Escola. Os ornamentos terminais, bem como a pia são trabalhados em rocha basáltica.
5. Localiza-se na Rua do Burguete, rua que dá acesso ao Sanguinho.

  
                                

* Coreto
Os coretos abrigam bandas musicais em concertos, festas e outras diversões. São símbolo de festa e continuam a ser nos dias de hoje, um palco de atuações, importante para muitas comunidades. Localiza-se na rua Nova da Fazenda. Possui cobertura telhada e escadas de acesso.



* Miradouro do Pico dos Bodes
Inaugurado pela Câmara Municipal da Povoação, a 28 de julho de 2007, oferece uma observação de 360º, o que possibilita uma vista panorâmica de grande abrangência que se estende do litoral à freguesia do Faial da Terra e a Vila Franca do Campo. Este miradouro tem uma infraestrutura destinada à observação do mar num ângulo de 180º, que também serve de posto de vigia de baleias.



* Miradouro da Ermida de Nossa Senhora de Lourdes
Localizado junto da Ermida de Nossa Senhora de Lourdes, deste miradouro avista-se a freguesia e o mar, bem como a imponente ribeira do Faial da Terra.




* Jardim Público do Faial da Terra
Localizado na Rua da Avenida, é um espaço agradável com canteiros relvados, árvores a oferecer sombra e alguns bancos de jardim.



* Jardim da Praçeta Nossa Senhora da Graça
Localizado em frente à Igreja de Nossa Senhora da Graça, é um espaço pequeno, ajardinado e com alguns bancos. No centro do Jardim encontra-se edificado o busto do Padre Elias Resendes de André, fundador da “Obra da Rua” nos Açores e da “Obra do Gaiato” em Ponta Delgada.




* Parque de Merendas do Porto Novo
Situado à beira-mar, junto ao Portinho do Faial da Terra, dispõe de um palheiro, grelhadores, mesa e bancos em pedra.



* Zona Balnear do Portinho
É uma zona balnear formada por uma baia de calhau rolado e areia e uma piscina, na base de uma falésia lávica alta, bem como a zona onde se localiza a antiga rampa de varadouro. A quantidade de areia existente é muito variável, alternando os anos em que a praia tem areia com outros em que só existe uma pequena faixa, sendo a restante extensão de cascalho ou calhau rolado.



* Portinho do Faial da Terra
Localizado na base de uma falésia lávica traquítica com disjunção colunar, na extremidade sudoeste do vale do Faial da Terra. A rampa de varadouro ainda funciona como apoio à pesca artesanal e proporciona um fácil acesso à água. Este porto é utilizado para a prática balnear e pode ser uma oportunidade para quem pretende mergulhar e desfrutar do sossego. O Faial da Terra foi uma das principais localidades baleeiras da ilha de São Miguel, cujas marcas da atividade, o tempo ainda não conseguiu apagar no seu antigo porto de pesca.




< Voltar à página anterior


 

INÍCIORENOVAÇÃO CETSCETSÁREAS PROTEGIDASAÇÕES DE CONSERVAÇÃOCENTROS DE INTERPRETAÇÃOMARCA PRIOLONOTÍCIAS

©2004-2018 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE