FREGUESIAS  |  TRADIÇÃO E PRODUTOS TÍPICOS  |  ONDE DORMIR  |  ONDE COMER  |  O QUE FAZER  |  ITINERÁRIOS  |  COMO CHEGAR
1
Últimos conteúdos
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Má...
Governo dos Açores abre nova fase de can...
III Fórum 2016 Notícia
III Fórum 2016
 
Destaques
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Mágicas
 Mais »
III Fórum de Renovação da Carta Europeia de Turismo Sustentável
 Mais »
Agenda das Terras do Priolo - Outubro
 Mais »
Dia do Milho
 Mais »
 

Ribeira Quente


Esta freguesia com cerca de 767 habitantes é composta por duas zonas distintas: o Fogo, representando 21% dos ativos da freguesia, onde se pratica uma agricultura de subsistência familiar, explorando os terrenos baldios do local; e a Ribeira, representando cerca de 42% da população ativa que vive do mar, concentrando as suas habitações à volta do porto.

A dimensão do setor pesqueiro nesta freguesia, levou a uma aposta no presente e no futuro, e com perspetivas muito animadoras, tendo já sido efetuados grandes investimentos no porto de pesca desta localidade, tornando-o num dos melhores dos Açores.

O povoamento da Ribeira Quente deu-se alguns anos após o das Furnas, a partir de pescadores e podadores de vinha. A velha estrada de acesso remonta ao tempo de D. Miguel, mas foi complementada com a ligação às Furnas concluída em 1940, que incluía os dois túneis construídos na década anterior.

Geograficamente, o porto da Ribeira Quente é um dos mais bem situados da costa sul da ilha de São Miguel, não só pelas suas condições de abrigo, mas sobretudo pela proximidade de bancos de pesca. Este porto é também um importante marco para o desenvolvimento turístico da freguesia, no que respeita às atividades náuticas turísticas como o Whalewatching e a pesca desportiva. Ainda neste domínio, a freguesia da Ribeira Quente possui uma avenida virada para o mar com mais de 1 km de extensão, constituindo uma das principais zonas aprazíveis de passeio do município e zona balnear, que todos os anos atrai milhares de turistas e visitantes.

A sua elevação a freguesia ocorreu em 24 de junho de 1943. A sua toponímica deriva da ribeira de água morna que desagua nesta freguesia.

O que visitar:

* Igreja de São Paulo
Igreja construída entre 1911-1917 no local da antiga Ermida de São Paulo, que devido à sua localização junto ao mar contribuiu para a sua degradação, tendo apenas sobrevivido a Capela-mor, que se localiza atualmente à direita da igreja.



* Ermida de Nosso Senhor dos Aflitos
No lugar do Agrião, os donos da propriedade com o mesmo nome, levantaram uma pequena casa de oração invocada a Nosso Senhor da Aflição, para pedir que os socorresse nas difíceis situações em que por vezes se encontravam naquele escampado da ilha, sem recursos e sem auxilio de ninguém.



* Nicho de Santa Rita
Nesta freguesia terá existido uma ermida com a invocação a Santa Rita e que terá sido derrubada por um violento sismo. Presentemente no lugar da antiga ermida foi levantado um altar com a imagem original de Santa Rita. Localiza-se no trilho do Agrião. A ermida foi construída nos finais do séc. XVIII, tendo sido reconstruida e inaugurada posteriormente em 1982.



* Sede da Mordomia
A Sede da Mordomia do Espírito Santo está associada às festividades em honra do Divino Espírito Santo, funcionando como dispensa para o armazenamento dos ornamentos utilizados, dos alimentos para confeção e distribuição das sopas e demais refeições integradas nas vivências destas festas. Localiza-se na Rua da Trincheira.



* Casa do Espírito Santo - Império de Pentecostes
A Casa do Espírito Santo localizada na Rua do Castelo está associada às festividades em honra do Divino Espírito Santo com objetivo de funcionar como dispensa para o armazenamento dos ornamentos utilizados, dos alimentos para confeção e distribuição das sopas e demais refeições integradas nas vivências destas festas.



* Fontanários (2)
Os fontanários outrora desempenharam um papel importante na vida diária das populações. Antes de existir água canalizada, os fontanários permitiam o abastecimento de água às diversas localidades. As duas estruturas deste tipo existentes na Ribeira Quente localizam-se no Largo da Igreja e entre a Rua dos Moinhos A e a Rua dos Moinhos B.O primeiro ostenta na sua fachada a inscrição em números romanos “MCMXCIII”. A sua moldura e o ornamento do topo são em rocha basáltica. O segundo ostenta também na sua fachada a inscrição em números romanos “MCMXCIII” e a sua ornamentação é feita em rocha basáltica.

 

* Farolim do Porto da Ribeira Quente
Farolim localizado na cabeça do molhe do Porto. Foi construído em 2003 e a sua iluminação alcança 5 milhas. É uma estrutura que permite ajuda à navegação local.



* Miradouro da Ribeira Quente
Localizado na estrada regional, à entrada da freguesia. Avista-se a freguesia da Ribeira Quente e o mar como horizonte.



* Parques de Merendas da Estrada Regional da Ribeira Quente (6)
1. Zona de merendas localizada à beira da estrada regional apetrechada com grelhadores, mesas e bancos em pedra.
2. Zona de merendas localizada à beira da estrada regional e dispõe de grelhadores, mesas e bancos em pedra.
3. Zona de merendas localizada à beira da estrada regional apetrechada com grelhadores, mesas e bancos em pedra.
4. Zona de merendas localizada à beira da estrada regional provida de grelhadores, mesas e bancos em pedra.
5. Zona de merendas localizada à beira da estrada regional equipada com grelhadores, mesas e bancos em pedra.
6. Zona de merendas localizada à beira da estrada regional e dispõe de grelhadores, mesas e bancos em pedra.

* Praia do Fogo
Esta praia vigiada durante a época balnear, situada no lugar do Fogo, é um areal de areia fina com cerca de 400m de extensão longitudinal, onde a existência de nascentes hidrotermais submarinas torna a água do mar tépida, principalmente ao final da tarde e noite. Está limitada superiormente por uma arriba marinha formada por materiais piroclásticos de pedra-pomes. É a praia mais famosa e mais frequentada do concelho da Povoação. Está equipada com instalações sanitárias, balneários, bar e parque de estacionamento.



* Porto da Ribeira Quente
O Porto da Ribeira Quente é um dos mais bem situados da costa sul da ilha de São Miguel, não só pelas suas condições de abrigo, mas sobretudo pela proximidade de importantes bancos de pesca.


< Voltar à página anterior


 

INÍCIORENOVAÇÃO CETSCETSÁREAS PROTEGIDASAÇÕES DE CONSERVAÇÃOCENTROS DE INTERPRETAÇÃOMARCA PRIOLONOTÍCIAS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE