Áreas Protegidas  |  Rede Natura 2000  |  Património UNESCO  |  Reservas Biosfera  |  Geoparque Açores  |  RAMSAR  |  Envolvimento Internacional  |  Espécies e Habitats



Destaques
 
Planos de Ação das Reservas da Biosfera de Corvo, Flores, Graciosa e Fajãs de São Jorge | Consulta Pública
 Mais »
Planos de Gestão das Áreas Terrestres dos Parques Naturais das Ilhas de São Miguel, Pico e Faial | Discussão Pública
 Mais »
Parques Naturais dos Açores
 Mais »
Plano Setorial da Rede Natura 2000
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Marta Guerreiro salienta voluntariado am...
Professor Rivas Martinez
GRA reforça corpo de VN
Governo dos Açores investe no Circuito I...
 

12-08-2020

Governo dos Açores investe no Circuito Interpretativo da Plataforma Costeira das Lajes do Pico que potencia o turismo e preserva o património natural


A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo salientou a importância do projeto de instalação de um Circuito Interpretativo e de um Posto de Observação de Aves Selvagens na Plataforma Costeira das Lajes do Pico, por se apresentar, simultaneamente, como um instrumento de preservação do património natural e cultural, que permitirá desenvolver o seu potencial turístico, por via do incentivo à Observação de Aves.

“Trata-se de um produto com crescente procura, um pouco por todo o mundo, e já com reflexo nos Açores, pelo que acreditamos que esta é uma estratégia acertada, até porque terá um papel importante na sensibilização do público em geral para o elevado valor natural do birdwatching”, acrescentou.

Marta Guerreiro falava, nas Lajes do Pico, no contexto da assinatura do auto de concessão da respetiva empreitada, num investimento global de 147 mil euros, com um prazo de execução de 120 dias.

“O projeto, desenvolvido pela Direção Regional do Ambiente e da autoria da arquiteta Ana Laura Vasconcelos, contou com a consultoria técnica do naturalista e observador de aves Gerbrand Michielsen”, explicou.

Segundo a governante, “o mesmo contempla a recuperação do Moinho do Juncal como posto de observação de aves, com vista privilegiada para a Poça do Cão, a aceder através de um pequeno passadiço suspenso em madeira, bem como uma pequena plataforma a leste de apoio à observação da zona da Poça da Barra”.

Na ocasião, a Secretária Regional lembrou que têm vindo a ser efetuados trabalhos de renaturalização da zona degradada, que contemplaram a remoção de mais de 1.300 metros cúbicos de inertes colocados no local ao longo dos anos, o controlo e erradicação de flora invasora, com destaque para a grama (Cynodon dactylon), e a reintrodução de espécies de flora natural, nomeadamente juncos (Juncetum maritimum e Juncus acatus).

A zona de intervenção insere-se na Área Protegida para Gestão de Habitats ou Espécies das Lajes do Pico, integrada no Parque Natural da Ilha do Pico, estando ainda classificada no âmbito da Rede Natura 2000, enquanto Zona Especial de Conservação e Zona de Proteção Especial.

Autor: GaCS/HMB

Numero de Visitantes
  856202  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 





 
 
 

  




 

HOMEQUEM SOMOSPROJETOS E AÇÕESCAMPANHASLEGISLAÇÃOLINKSCONTACTOSFORMULÁRIOS ONLINE

©2004-2020 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE