Áreas Protegidas  |  Rede Natura 2000  |  Património Mundial UNESCO  |  Reservas da Biosfera  |  Geoparque Açores  |  RAMSAR  |  Envolvimento Internacional  |  Espécies e Habitats



Destaques
 
Parques Naturais dos Açores
 Mais »
Plano Setorial da Rede Natura 2000
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Classificação do Vulcão dos Capelinhos c...
Projeto LIFE Natura é o maior projeto de...
Governo dos Açores tem vindo a aumentar ...
Vigilantes da Natureza são atores fundam...
 

Pico 05-04-2018

Construção de zona de apoio às descidas da Montanha do Pico é exemplo de requalificação de locais de interesse turístico


A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo assegurou ontem que o Governo dos Açores vai continuar a requalificar os locais de interesse turístico, destacando a beneficiação da fruição sustentável da Reserva Natural da Montanha do Pico.

Marta Guerreiro falava, na Casa da Montanha, no lançamento da primeira pedra da empreitada de construção da zona de apoio às descidas da montanha e da área de estacionamento de viaturas.

“Com vista a melhorar as condições de acesso à Montanha do Pico, estão em curso obras de reparação e beneficiação das atuais instalações da Casa da Montanha, contemplando espaços de apoio à atividade dos guias, e iniciam-se hoje as obras de construção de uma nova área reservada aos visitantes, concretamente de apoio às descidas, separando os fluxos de subida e de descida, bem como de uma área de estacionamento de viaturas”, afirmou Marta Guerreiro, adiantando que a obra, um investimento de cerca de 412 mil euros, tem um prazo de concretização de um ano.

A titular da pasta do Ambiente destacou a importância de se promover e salvaguardar o património natural, ao mesmo tempo que se garante “que todos os amantes da Natureza e do pedestrianismo possam usufruir a montanha em segurança”.

Nesse sentido, frisou que é “fundamental a existência de um regulamento de acesso adequado, bem como de um sistema de rastreio permanente e generalizado, associado a um mecanismo de resgate eficiente, capaz de responder a eventuais acidentes com os visitantes”.

A Secretária Regional adiantou que está em preparação uma alteração ao Regulamento de Acesso à Reserva Natural da Montanha do Pico que visa, já a partir do início do próximo mês, estabelecer novos limites diários de subidas e pernoitas, a revisão do valor das taxas das subidas e o alargamento do período de funcionamento da Casa da Montanha.

Nesta cerimónia foi também renovado o protocolo com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Madalena relativo à disponibilização de uma equipa de resgate e à gestão do sistema de rastreio de visitantes da Reserva Natural.

Marta Guerreiro destacou o serviço “inestimável” desta instituição “no âmbito das ações de busca e socorro, incluindo o resgate de visitantes na Reserva Natural, e o funcionamento e a monitorização, durante todo o ano, do sistema de videosegurança e rastreio de visitantes”.

Esta parceria, com um apoio financeiro de 35 mil euros, permite, acrescentou a Secretária Regional, “uma especial qualificação da oferta em matéria de animação ambiental e turística, garantindo condições de maior segurança para todos aqueles que escolhem subir à Montanha do Pico, enquanto um dos principais produtos do turismo dos Açores”.

“A Casa da Montanha constitui um ponto de passagem obrigatório, seja enquanto base da escalada, seja como mero espaço de interpretação ambiental”, frisou, revelando que, nos primeiros três meses deste ano, foram registadas "576 subidas e 1.129 visitas à Casa da Montanha, representando acréscimos de 32% e 45%, relativamente ao período homólogo de 2017”.

Autor: GaCS/HMB

Numero de Visitantes
  657361  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 





 
 
 

  




 

HOMEQUEM SOMOSPROJETOS E AÇÕESCAMPANHASLEGISLAÇÃOLINKSCONTACTOSFORMULÁRIOS ONLINE

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE