Áreas Protegidas  |  Rede Natura 2000  |  Património Mundial UNESCO  |  Reservas da Biosfera  |  Geoparque Açores  |  RAMSAR  |  Envolvimento Internacional  |  Espécies e Habitats



Destaques
 
Parques Naturais dos Açores
 Mais »
Plano Setorial da Rede Natura 2000
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Classificação do Vulcão dos Capelinhos c...
Projeto LIFE Natura é o maior projeto de...
Governo dos Açores tem vindo a aumentar ...
Vigilantes da Natureza são atores fundam...
 

Madalena 24-07-2017

Parceria reforça qualificação da Montanha do Pico como produto turístico, afirma Vasco Cordeiro


O Governo dos Açores assinou hoje um protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Madalena (AHBVM) relativo ao resgate de visitantes na Montanha do Pico, uma parceria que Vasco Cordeiro considerou importante para o reforço da qualificação deste produto turístico.

Através desta parceria com a AHBVM, que foi renovada no início da visita estatutária, será possível oferecer a “quem visita a ilha do Pico um produto, simultaneamente, atrativo, seguro e sustentável, perfeitamente em linha com as ideias mestras da estratégia definida para o setor do turismo”, afirmou o Presidente do Governo.

Ao abrigo deste protocolo, os Bombeiros da Madalena asseguram uma equipa de resgate capacitada para ações de busca e socorro na Reserva Natural da Montanha do Pico, bem como para a gestão do sistema de rastreio de visitantes.

Segundo Vasco Cordeiro, uma das razões para esta parceria tem a ver com o aumento do número de subidas à montanha, que praticamente duplicou entre 2012 e 2016, passando de cerca de seis mil para cerca de 12 mil.

Outra das razões que justificam esta parceria está relacionada com a qualificação do turismo dos Açores por via da sinalização clara daquele que é um dos seus elementos, por excelência - a segurança, destacou Vasco Cordeiro.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou, por outro lado, que a ilha do Pico tem sabido aproveitar o ímpeto que se tem registado no turismo nos Açores nos últimos anos, como atesta um conjunto de indicadores recentes.

Nesse sentido, Vasco Cordeiro sublinhou que, em 2016, o número de dormidas cresceu no Pico quase 14 por cento, em relação a 2015, um aumento que foi ainda mais significativo ao nível dos proveitos totais, que registou uma evolução positiva de cerca de 27 por cento.

Este crescimento significativo tem tido, aliás, seguimento nos primeiros cinco meses deste ano, período em que o número de dormidas aumentou 8,6 por cento, em relação ao ano anterior, enquanto os proveitos totais também subiram quase cinco por cento.

De acordo com o Presidente do Governo, esta evolução muito positiva deve mobilizar as instituições públicas e privadas no sentido de se procurar, cada vez mais, aperfeiçoar a forma como este setor contribui para a criação de riqueza e para a criação de emprego na Região.

“Nós temos, neste setor turístico, de fazer, cada vez mais, uma caminhada que abranja a sustentabilidade económica para os investimentos realizados, a sustentabilidade social, do ponto de vista daquela que é a relação que se estabelece com os recursos humanos afetos a esta área, e a sustentabilidade ambiental, do ponto de vista daquilo que deve ser a preservação desta grande mais-valia”, disse.

“Temos de, quotidianamente, inovar, aperfeiçoar e mudar aquilo que tem de ser mudado, no sentido de garantir que, a cada momento, conseguimos retirar, salvaguardadas estas ideias de sustentabilidade, o máximo de contributo para a criação de riqueza e de emprego na nossa Região”, frisou Vasco Cordeiro.
 

Autor: GaCS/PC

Numero de Visitantes
  655449  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 





 
 
 

  




 

HOMEQUEM SOMOSPROJETOS E AÇÕESCAMPANHASLEGISLAÇÃOLINKSCONTACTOSFORMULÁRIOS ONLINE

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE