Áreas Protegidas  |  Rede Natura 2000  |  Património Mundial UNESCO  |  Reservas da Biosfera  |  Geoparque Açores  |  RAMSAR  |  Envolvimento Internacional  |  Espécies e Habitats



Destaques
 
Parques Naturais dos Açores
 Mais »
Plano Setorial da Rede Natura 2000
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Diretor Regional do Ambiente defende dis...
Parques Naturais dos Açores assinalam Di...
Vigilante da Natureza Júnior dos Açores ...
Candidaturas aos prémios “Espírito Verde...
 

Ponta Delgada 10-02-2016

Governo dos Açores investe na melhoria e ampliação do Jardim Botânico do Faial


A Secretaria Regional da Agricultura e Ambiente, através da Direção Regional do Ambiente, abriu concurso para uma empreitada de intervenção no Jardim Botânico do Faial, orçada em 385 mil euros e com um prazo de execução de cinco meses.

O concurso, hoje publicado em Diário da República, prevê a construção de um complexo de estufas climatizadas, constituído por duas estufas quentes e duas de sombra, e uma área central de plantas epífitas, para albergar espécies vegetais com necessidade de temperatura e humidade mais exigentes.

O projeto inclui ainda a criação, em espaço visitável, de um jardim com uma rede de caminhos pedonais e pontes que, ao longo do seu percurso, terão sinalética de caráter informativo sobre as espécies presentes.

Vai também ser construído um lago com vegetação caraterística de habitats húmidos e, numa cota mais elevada, um miradouro para observação do jardim.

Esta empreitada surge como forma de proteger as espécies que se encontram ameaçadas nos seus habitats naturais, tendo em atenção a manutenção de populações, o seu estudo e propagação e também, em particular, a proteção de espécies ameaçadas de habitats prioritários da Rede Natura 2000.

O Jardim Botânico do Faial, localizado numa antiga exploração agrícola de pastagens e pomares de laranjeiras da Quinta de São Lourenço, no Vale dos Flamengos, tem uma área de cerca de 8.000 m2 e presta um importante contributo científico, pedagógico, ecológico e de lazer.

A sua função, além de ser um local aprazível de visita obrigatória que contribui para a oferta turística da ilha, está primordialmente ligada à conservação botânica, destacando-se a conservação de plantas vivas e a preservação de sementes de espécies endémicas com vista à sua propagação e recuperação de habitats, assim como de sensibilização para a importância da riqueza florística natural dos Açores.

Autor: GaCS/OG

Numero de Visitantes
  742516  
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 





 
 
 

  




 

HOMEQUEM SOMOSPROJETOS E AÇÕESCAMPANHASLEGISLAÇÃOLINKSCONTACTOSFORMULÁRIOS ONLINE

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE