FREGUESIAS  |  TRADIÇÃO E PRODUTOS TÍPICOS  |  ONDE DORMIR  |  ONDE COMER  |  O QUE FAZER  |  ITINERÁRIOS  |  COMO CHEGAR
1
Últimos conteúdos
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Má...
Governo dos Açores abre nova fase de can...
III Fórum 2016 Notícia
III Fórum 2016
 
Destaques
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Mágicas
 Mais »
III Fórum de Renovação da Carta Europeia de Turismo Sustentável
 Mais »
Agenda das Terras do Priolo - Outubro
 Mais »
Dia do Milho
 Mais »
 
Plano de Ordenamento da Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas


  

A implementação do Plano de Ordenamento da Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas (POBHLF), que também está em curso, tem como principal objetivo reverter a eutrofização da sua massa de água. Nesse sentido o Governo Regional dos Açores adquiriu terrenos na Bacia e removeu a grande maioria do gado bovino existente. A gestão destes terrenos tem vindo a ser feita não só para reduzir em grande escala o escoamento de fertilizantes e estrume animal, mas também no sentido de criar um Laboratório de Paisagem. Com a aquisição dos terrenos surge uma oportunidade única, de através de uma implementação mais ambiciosa do POBHLF, não só salvar a Lagoa mas ajudar também a procurar uma gestão sustentável do território tanto ecológica como económica e social. O Laboratório de Paisagem é o homólogo dos parques tecnológicos, mas neste caso existem talhões distribuídos na paisagem com experiências em diversos campos das Ciências Naturais como a Silvicultura, Agronomia, Horto-Fruticultura, Biologia, Ecologia, Biotecnologia, Psicologia Ambiental, Paisagismo, LandArte e Turismo.

Das várias parcerias surgiram os seguintes projetos:

* MIT Green Islands - Woody Biomass: Ensaio que tem como objetivo estudar o potencial de várias espécies arbóreas (incluindo nativas) para produção de energia através de incineração.

* Furnas Pólen
: Pretende-se, através da análise dos pólenes presentes no solo, descobrir qual a flora existente nas Furnas antes e durante o período de colonização das ilhas.

* Coleção de Vimes: Após a remoção de infestantes arbustivas e arbóreas, as margens da ribeira do Rosal outrora extremamente degradadas foram regularizadas e consequentemente plantadas com uma coleção de vimes. O que era uma área degradada passa a ter um potencial ecológico, económico e social, fomentando a tradicional arte de cestaria.

* Pomar de variedades antigas de maçã das Furnas: A recuperação desta pastagem degradada culminou com a instalação de 330 macieiras das antigas variedades tradicionais das Furnas. O objetivo é demonstrar o potencial produtivo e económico de atividades agrícolas compatíveis com uma boa recuperação da água da Lagoa das Furnas, diversificando e consolidando a economia local e promovendo os valores locais.

* Sata Forest: Esta área está a ser recuperada com o apoio da operadora aérea regional, com o objetivo de criar um espaço de grande beleza paisagística. As florestações previstas representarão os diferentes destinos da SATA, privilegiando o uso das espécies autóctones da Região.

* PTLogo: Envolvimento da comunidade local e empresarial no esforço de colonizar a paisagem e recuperar a Lagoa das Furnas.

* Reinfforce Arboretum: Rede de arboretos instalados para o estudo das alterações climáticas ao longo da costa atlântica Europeia.

* ZMA Ambiente: Projeto de inclusão do exército em intervenções ambientais, com um contingente de 9 militares no trabalho de terreno. Parceria que já foi premiada com um 1º prémio a nível nacional e permite aos militares a aquisição de uma competência profissional.

* Escuteiros: Envolvimento da população local no projeto de transformação da paisagem da Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas.

* Ilhas Avifauna: Este projeto consiste na colocação de plataformas/ilhas estrategicamente posicionada e que serão um chamariz para a avifauna. Estas ilhas poderão servir de abrigo às aves aquáticas e promover o Birdwatching, atividade crescente nos Açores.

* Pomares de sementes: Núcleos de espécies nativas com indivíduos selecionados, instalados numa área de forma a promover a polinização cruzada e produção de sementes em massa, reduzindo a pressão sobre as populações naturais.


< Voltar à página anterior


 

INÍCIORENOVAÇÃO CETSCETSÁREAS PROTEGIDASAÇÕES DE CONSERVAÇÃOCENTROS DE INTERPRETAÇÃOMARCA PRIOLONOTÍCIAS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE