FREGUESIAS  |  TRADIÇÃO E PRODUTOS TÍPICOS  |  ONDE DORMIR  |  ONDE COMER  |  O QUE FAZER  |  ITINERÁRIOS  |  COMO CHEGAR
1
Últimos conteúdos
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Má...
Governo dos Açores abre nova fase de can...
III Fórum 2016 Notícia
III Fórum 2016
 
Destaques
 
Conferência EUROPARC 2017 - Montanhas Mágicas
 Mais »
III Fórum de Renovação da Carta Europeia de Turismo Sustentável
 Mais »
Agenda das Terras do Priolo - Outubro
 Mais »
Dia do Milho
 Mais »
 
Fauna das Terras do Priolo

  

Dado o seu enquadramento geográfico, o arquipélago dos Açores caracteriza-se por uma biodiversidade excecional em espécies terrestres e marinhas, reconhecida mundialmente.

As nove ilhas dos Açores e o mar envolvente incluem cerca de 450 taxa endémicos, alguns muito raros e atualmente em perigo de extinção.

A maioria da fauna endémica terrestre dos Açores está intimamente associada à floresta Laurissilva. A fauna existente na Laurissilva é particularmente rica em vertebrados e invertebrados. Relativamente a estes últimos, os artrópodes merecem especial relevância com cerca de 250 taxa endémicos dos Açores, estimando-se no entanto que este número se aproxime das 400 espécies.

No que diz respeito à avifauna, o Priolo (Pyrrhula murina) é o único passeriforme endémico do arquipélago e a ave mais emblemática da Floresta Laurissilva, cujo habitat encontra-se limitado à Reserva Natural do Pico da Vara e à Área Protegida para a Gestão e Habitats e Espécies da Tronqueira e Planalto dos Graminhais. Entre outras aves residentes merecem também especial realce o Milhafre (Buteo buteo rothschildi), a única ave de rapina diurna nidificante nos Açores, excluindo o grupo Ocidental, onde não existe; o Pombo-torcaz-dos-Açores (Columba palumbus azorica), subespécie endémica importante na transmissão e colonização da floresta Laurissilva; e a Estrelinha (Regulus regulus azoricus) uma das aves mais pequenas da Europa.

É importante referir que, pelo seu estado crítico de conservação, o Tritão-de-crista (Triturus cristatus), um dos anfíbios mais ameaçados a nível Europeu, que introduzido acidentalmente pelo Homem, adaptou-se com sucesso nos charcos e lagoas da zona central da ilha de São Miguel.

A maioria dos mamíferos terrestres foram introduzidos pelo Homem, como é o caso do Coelho (Oryctolagus cunniculus), o Furão (Mustela furo), a Comadrinha (Mustela nivalis), o Ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus), o Rato (Mus musculus), etc. O único mamífero endémico terrestre é o Morcego-dos-Açores (Nyctalus azoreum), considerado como um dos morcegos mais diurnos do mundo.

Saiba mais das espécies de Fauna que pode encontrar nas Terras do Priolo:

    Aves

    Mamíferos

    Répteis e anfíbios


< Voltar à página anterior

 


 

INÍCIORENOVAÇÃO CETSCETSÁREAS PROTEGIDASAÇÕES DE CONSERVAÇÃOCENTROS DE INTERPRETAÇÃOMARCA PRIOLONOTÍCIAS

©2004-2018 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE