AGROCRÉDITO
Destaques
 
Sessão de Esclarecimento Xylella fastidiosa
 Mais »
Sessão de Esclarecimentos
 Mais »
Regulamento da Venda de Uvas S.D.A.S.M.
 Mais »
Associativismo no Setor Agrícola
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Regulamento Venda Uvas SDASM
Açores Madeira e Canárias defendem refor...
Promover o bem-estar e combater o abando...
Governo dos Açores quer agilizar a análi...
 

Horta 30-10-2018

João Ponte afirma que a ilha do Faial é um bom exemplo da aposta na diversificação agrícola


O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou que as duas explorações que visitou hoje na ilha do Faial, nas áreas da floricultura e da vitivinicultura, são bons exemplos da aposta que os agricultores faialenses têm feito ao nível da diversificação agrícola, com crescimentos muito significativos em termos da produção.

“São duas áreas com crescimentos muito significativos nos últimos anos. Na floricultura há uma tradição muito expressiva na Terceira, mas na ilha do Faial também se tem registado uma grande progressão”, salientou João Ponte, em declarações à margem da visita a uma exploração dedicada à produção de Próteas.

João Ponte adiantou ainda que, desde 2008, através da Cooperativa Agrícola da Ilha do Faial, são exportadas desta ilha muitas Próteas para a Holanda, tendo sido enviadas no ano passado cerca de 150 mil hastes, estimando-se que na atual colheita a produção possa duplicar.

No primeiro de dois dias de visita do Governo dos Açores à ilha do Faial, o governante destacou que a área da diversificação agrícola na Região cresceu 25% nos últimos quatro anos, o que demonstra bem a apetência que existe pela horticultura, fruticultura e floricultura e a aposta estratégica que tem sido feita quer pelos agricultores, utilizando os fundos do PRORURAL+, quer pelo Governo Regional.

Esta aposta estratégica do Executivo materializa-se, por exemplo, disse João Ponte, no reforço das dotações disponíveis no POSEI para a horticultura, fruticultura e floricultura, pelo que, olhando para os últimos quatro anos e considerando a proposta de alteração ao POSEI apresentada à Comissão Europeia para o próximo ano, que deverá ser aprovada em breve, “há um crescimento superior a 30% na dotação orçamental para a hortifruticultura”.

O Secretário Regional da Agricultura manifestou também especial agrado pelo facto de muitas das candidaturas na área da floricultura estarem a ser feitas por jovens agricultores, o que denota bem que o setor agrícola é atrativo e permite boas oportunidades profissionais, com perspetivas de futuro.

João Ponte visitou também outro projeto agrícola privado na ilha do Faial, na área da vinha, de um jovem empreendedor que apostou na produção de uvas em solo de areias do vulcão dos Capelinhos.

O ‘FayalWines’ é um projeto inovador, que muito contribui para aumentar a notoriedade dos vinhos produzidos nos Açores.

“O grande desafio deste setor passa pela capacidade de encontrar novos investidores e novos mercados, capazes de valorizar ainda mais os vinhos únicos e genuínos dos Açores, cuja produção irá crescer de forma muito significativa nos próximos anos”, afirmou João Ponte, alegando ser essencial que “os produtores locais percebam também o quanto é importante a aposta em vinhos açorianos certificados, algo imprescindível para garantir a sustentabilidade desta importante atividade”.

Este projeto privado, com uma área de sete hectares foi cofinanciado pelo programa VITIS.

Os dois projetos visitados hoje pelo Secretário Regional da Agricultura e Florestas foram cofinanciados pelo PRORURAL+, num investimento superior a um milhão de euros.

Autor: GaCS/RM

Numero de Visitantes
  379699  
<Janeiro de 2020>
segterquaquisexsábdom
303112345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 
 
 

HOMEINFORMAÇÃOLEGISLAÇÃOAVISOSPRODUTOS CERTIFICADOSMANUAISESTUDOSESTATÍSTICAFORMULÁRIOSEVENTOSCONTACTOS

©2004-2020 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE