AGROCRÉDITO
Destaques
 
Sessão de Esclarecimento Xylella fastidiosa
 Mais »
Sessão de Esclarecimentos
 Mais »
Associativismo no Setor Agrícola
 Mais »
Outras Ajudas e Incentivos
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Açores Madeira e Canárias defendem refor...
Promover o bem-estar e combater o abando...
Governo dos Açores quer agilizar a análi...
Açores são um bom exemplo em matéria de ...
 

Vila do Porto 30-04-2018

João Ponte desafia agricultores de Santa Maria a apostarem mais na agricultura


O Secretário Regional da Agricultura e Florestas desafiou os agricultores da ilha de Santa Maria a apostarem mais no setor agrícola e aproveitarem os apoios públicos existentes para o efeito.

“Apesar da pouca adesão dos agricultores marienses ao programa PRORURAL+, que se traduziu num número de candidaturas muito reduzido, o Governo acredita na capacidade produtiva e agrícola desta ilha, por isso desafia os agricultores de Santa Maria a apostarem mais no setor e a aproveitarem os apoios públicos disponíveis”, afirmou João Ponte, em Vila do Porto.

João Ponte, que falava domingo no debate 'Desafios da Agricultura em Santa Maria e o Futuro da Política Agrícola Comum (PAC) Pós 2020', integrado nas comemorações do 31.º aniversário da Associação Agrícola de Santa Maria, salientou que é no setor agrícola que assenta uma significativa parte da riqueza criada na Região, sendo também uma das componentes estruturantes do modelo de desenvolvimento do arquipélago.

“Sabemos bem que outros setores, alguns em ascensão na nossa economia, são importantes para os Açores, mas a realidade é que a atividade agrícola está associada à nossa imagem de destino turístico e o turismo significa a ampliação do nosso mercado interno para os produtos provenientes da nossa agricultura”, frisou João Ponte, reconhecendo a necessidade de os Açores continuarem a crescer em termos de diversificação económica, produtividade e qualidade.

O Secretário Regional assegurou que o Governo dos Açores tem defendido “sem hesitações” um reforço dos envelopes financeiros no âmbito da próxima PAC, de modo a ser possível assegurar uma agricultura mais competitiva, que combata a desertificação no meio rural e a sustentabilidade do setor.

“Debates como estes que estamos a promover em todas as ilhas, relativamente ao desafio da agricultura nos seus territórios e ao futuro da PAC, são determinantes para termos na Região um bom plano estratégico para a PAC pós 2020, um plano que responda aos desafios da agricultura nos Açores, um plano que assegure que a próxima PAC continua a disponibilizar recursos que privilegiem um aumento da produtividade, o investimento na modernização das explorações, a inovação e a melhoria das infraestruturas”, afirmou.

Por outro lado, João Ponte disse que a próxima PAC deve continuar a privilegiar a diversificação agrícola, uma área que tem crescido 10% ao ano nos Açores e que vai continuar a ser uma aposta do Governo Regional, de modo a “reduzir as importações de produtos hortícolas e de fruta”, mas também para exportar alguns destes produtos.

João Ponte considerou ainda que terá de haver um comprometimento e envolvimento de todo o setor para que a Região tenha um plano estratégico para a futura PAC que garanta o crescimento da agricultura, melhore o rendimento dos agricultores, reforce o desenvolvimento da economia e a coesão social dos Açores.

Autor: GaCS/RM

Numero de Visitantes
  351706  
<Junho de 2019>
segterquaquisexsábdom
272829303112
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
1234567
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 
 
 

HOMEINFORMAÇÃOLEGISLAÇÃOAVISOSPRODUTOS CERTIFICADOSMANUAISESTUDOSESTATÍSTICAFORMULÁRIOSEVENTOSCONTACTOS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE