AGROCRÉDITO
Destaques
 
Sessão de Esclarecimento Xylella fastidiosa
 Mais »
Sessão de Esclarecimentos
 Mais »
Regulamento da Venda de Uvas S.D.A.S.M.
 Mais »
Associativismo no Setor Agrícola
 Mais »
 
Últimos conteúdos
 
Regulamento Venda Uvas SDASM
Açores Madeira e Canárias defendem refor...
Promover o bem-estar e combater o abando...
Governo dos Açores quer agilizar a análi...
 

Vila do Porto 26-05-2018

Diretor Regional da Agricultura afirma que a lã de ovelha tem uma “janela de oportunidade comercial” nos ofícios tradicionais


O Diretor Regional da Agricultura afirmou, em Vila do Porto, que a lã obtida a partir das ovelhas existentes na ilha de Santa Maria tem nos ofícios da terra, tradicionais e artesanais, uma importante “janela de oportunidade comercial”, que importa potenciar e desenvolver.

“Tecelagem, bijuteria ou tinturaria são artes tradicionais que já recorrem à lã de ovelha como matéria-prima. O artesanato constitui, por isso, uma importante janela de oportunidade comercial para este subproduto da ovinicultura”, salientou José Élio Ventura, que falava sexta-feira na 'Festa da Tosquia'.

O evento, organizado pela Associação de Criadores de Ovinos e Caprinos da Ilha de Santa Maria (ARCOA), está integrado este ano na primeira edição da iniciativa 'Ofícios da Terra', que reúne vários artesãos e conta com diversos workshops de ofícios da terra.

José Élio Ventura considerou que importa prosseguir o trabalho de melhoria e tratamento da lã de ovelha, encontrando novos usos para esta matéria-prima, considerando que eventos como este são de grande valia e dão um importante contributo.

“Este tipo de eventos permite momentos de aprendizagem de ofícios tradicionais, dando a conhecer às novas gerações o passado dos seus antepassados e, desta forma, ajudá-las a projetar o futuro e a desenvolver a sua terra”, disse o Diretor Regional da Agricultura, acrescentando que iniciativas como esta permitem perceber como a tosquia, a lã e o tear estão associados e se complementam.

José Élio Ventura destacou ainda o bom trabalho que tem sido desenvolvido pelo Governo Regional e pela ARCOA no sentido de desenvolver a ovinicultura nos Açores, particularmente em Santa Maria, ilha de excelência para a produção de ovinos.

Nesse sentido, apontou como exemplo a aquisição de ovelhas francesas, produtoras de leite, para Santa Maria, o que vai permitir recuperar a produção de queijo de ovelha na ilha.

“Este é um bom exemplo da aposta do Governo Regional na área da diversificação agrícola, sendo que não nos devemos circunscrever à produção de leite e carne de bovinos. O desenvolvimento da ovinicultura, nomeadamente na área da produção de leite, permitirá, no futuro, estou certo, criar um queijo de referência a nível regional e nacional”, salientou José Élio Ventura.

Autor: GaCS/RM

Numero de Visitantes
  365490  
<Outubro de 2019>
segterquaquisexsábdom
30123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031123
45678910
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 
 
 

HOMEINFORMAÇÃOLEGISLAÇÃOAVISOSPRODUTOS CERTIFICADOSMANUAISESTUDOSESTATÍSTICAFORMULÁRIOSEVENTOSCONTACTOS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE