A MIOSOTIS
Zonas
 

Açores
Corvo
Faial
Flores
Graciosa
Pico
Santa Maria
São Jorge
São Miguel
Terceira

 
.
Últimos conteúdos
 
Galardão Miosotis Azores 2016
Renovações ao galardão 2017-2018
Abertura de inscrições para o Galardão M...
Galardões 2016-2017 entregues às várias ...
 
Destaques
 
Galardão Miosotis Azores 2016
 Mais »
 
A Miosotis


   

MIOSOTIS
provém do nome de uma planta presente em todas as ilhas dos Açores, detentora de um estatuto especial: o de endemismo. Significa que esta planta surgiu de forma natural, e sem qualquer intervenção do homem, nos Açores e mais nenhum outro local do planeta, constituindo uma raridade a nível mundial. Contudo os Açores possuem um total de 59 espécies de plantas endémicas.

O nome científico desta planta é Myosotis maritima, vulgarmente conhecida por Não-me-esqueças. Trata-se de uma herbácea até 20 cm de altura, com folhas alternas, simples, carnudas e com pêlos, apresentando-se as flores em cimeiras pouco densas, com 5 pétalas azuis claras ou brancas. Encontra-se normalmente associada a habitats costeiros, em rochas, abaixo dos 50 m, podendo no entanto surgir nas encostas e arribas acima dessa altitude. As populações são raras, estendendo-se por vezes por várias dezenas ou mesmo centenas de metros, embora de forma esparsa, segundo o portal SIARAM (clique aqui para obter mais informações).

As cinco pétalas desta planta representam aos 5 níveis do galardão. O nome Não-me-esqueças quer-se um  lema de todos quantos visitam os Açores, pelas suas singularidades naturais e raridades, com o mínimo de impacte. Esta flor é assim um símbolo de equilíbrio entre a componente natural e a humana, tal como o pretendido aos empreendimentos turísticos que exibam este galardão.


 

SOBRE O GALARDÃOA MIOSOTISPROCESSO DE ATRIBUIÇÃORESULTADOSNOTÍCIASPERGUNTAS FREQUENTESLINKSCONTACTOS

©2004-2017 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE