CIÊNCIA  |  TECNOLOGIA  |  ESPAÇO  |  CULTURA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA  |  PARCERIAS INTERNACIONAIS  |  GALERIA  |  DESTAQUES

 

 
  

 

Destaques
 
Concurso: Apoio à edição de publicações científicas 2019
 Mais »
Concurso: Apoio à implementação de iniciativas e projetos de difusão da cultura científica e tecnológica 2019 (feiras escolares de ciência e tecnologia)
 Mais »
Procedimento de Recrutamento / Recruitment Procedure
 Mais »
Concurso: Apoio à organização de reuniões científicas 2019
 Mais »
 
Radares Meteorológicos
Radares meteorológicos são de extrema importância para a RAA, nomeadamente no que concerne à segurança das populações, permitindo a previsão de fenómenos meteorológicos e servindo de apoio à navegação aérea.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), antigo Instituto de Meteorologia (IM), possui atualmente uma rede de radares própria no continente, composta por três radares operacionais - Coruche (instalado em 1998), Loulé (instalado em 2006) e Arouca - e outro projetado e já com fundos de financiamento garantidos no valor de 2,7M€ (do orçamento de Estado 2017) a ser construído na Região Autónoma da Madeira (RAM).

Resolução da Assembleia da República n.º 100/2010 recomendou ao Governo de então que: “… (ii) Procedesse à instalação de três radares meteorológicos na Região Autónoma dos Açores (RAA); (iii) Dotasse a RAM e a RAA de estações de superfície necessárias à melhoria das previsões meteorológicas.

O único radar meteorológico que existia na RAA, que servia de apoio ao IPMA nas previsões e vigilância meteorológicas, era propriedade do departamento de defesa dos EUA e estava instalado na serra de Santa Barbara na ilha Terceira. Esta infraestrutura apenas tinha capacidade para assegurar a cobertura do grupo central da RAA, usava tecnologia com 30 anos, tinha um custo de manutenção alto e na fase pré-off já estava desligado ou com comunicações interrompidas por períodos de tempo relativamente grandes. Em abril de 2016, com a retirada completa das infraestruturas Americanas da USAF da Serra de Santa Barbara foi desativado definitivamente o radar meteorológico lá existente.

A Serra de Santa Bárbara é o melhor local na ilha Terceira para a instalação de uma infraestrutura deste tipo, visto garantir a monitorização a partir de um local com visibilidade para as outras ilhas do grupo central, pelo que interessava manter a localização do novo radar.

Em Novembro de 2017 a USAF cedeu ao IPMA a torre do radar, acesso aos sistemas de energia e redes de telecomunicações públicas, tendo o Governo dos Açores arrendado por um preço simbólico o terreno onde ficará instalado o novo radar meteorológico da Terceira, cuja conclusão está prevista para 2018.
 
Segundo anúncio da Ministra do Mar, em Novembro de 2017, o IPMA irá concluir a construção do novo radar meteorológico de Santa Bárbara e instalar um novo radar meteorológico em São Miguel, no Pico da Barrosa, ambos em 2018.

Calendário de Eventos
 
<Dezembro de 2019>
segterquaquisexsábdom
2526272829301
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
303112345
 

HOMEEVENTOSCONCURSOSLEGISLAÇÃOE-SERVIÇOSLIGAÇÕES ÚTEISCONTACTOS

©2004-2019 Presidência do Governo dos Açores
Todos os Direitos Reservados

Portal do Governo dos Açores
Governo Regional dos Açores  UE